07:18 16 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Quebra-gelo russo, imagem referencial

    Novo potente quebra-gelo promete mudança radical na economia da Rússia

    © Sputnik / Valery Melnikov
    Rússia
    URL curta
    4230

    Os quebra-gelos nucleares da classe Lider operarão uma revolução na economia da Rússia, afirma o diretor da empresa construtora, Aleksei Kadilov.

    A Rússia é hoje o único país do mundo a contar com quebra-gelos nucleares em sua frota. Essas máquinas poderosas, capazes de manter uma autonomia de navegação durante meses, são primordiais na hora de abrir caminho através das águas geladas da Rota Marítima do Norte, no oceano Ártico.

    Entre os anos de 2018 e 2022 seis desses quebra-gelos chegarão ao final de suas capacidades de exploração e terão que ser substituídos. É aí que entram em ação os novos Lider.

    "Gostaria de sublinhar que os quebra-gelos Lider são um avanço colossal para o Ártico. É algo excepcional. Quando nos chamaram para mostrar que os quebra-gelos Lider podem conduzir navios com cerca de 170.000 toneladas de carga, a uma velocidade de cerca de 12 nós, em gelos de dois metros de espessura, todos nós pensamos que isso nos permitiria desenvolver novas rotas", destacou Kadilov em sua entrevista à cadeia Zvezda.

    Os especialistas indicam que, com apenas três destes navios, se pode navegar pelo oceano Ártico durante todo o ano. Isso permitiria fornecer recursos energéticos para as grandes economias do oriente, como o Japão ou a Coreia do Sul, que não estão ligados ao sistema de gasodutos da Rússia, apontou Kadilov. Desta forma, se reduziria a dependência de Moscou dos mercados europeus, o principal consumidor dos hidrocarbonetos russos.

    Em 2015, foi elaborado o projeto preliminar detalhado deste navio, agora se trata da elaboração do projeto técnico. Bastará mais um ou dois anos para ajustar as questões da segurança nuclear e depois começarão os trabalhos de construção.

    Mais:

    Marinha da Rússia receberá novo quebra-gelo Ilya Muromets até o fim do ano
    Conheça o quebra-gelo Vladivostok, o mais potente do mundo
    Quebra-gelo russo é lançado à água em São Petersburgo
    Tags:
    economia, exploração, quebra-gelo, Ártico, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik