08:05 27 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    050
    Nos siga no

    O presidente russo, Vladimir Putin, afirmou que os terroristas na Ásia Central e no Oriente Médio estariam tentando utilizar estas regiões para se expandir, representando, assim, uma ameaça para os países pós-soviéticos.

    A declaração do líder russo foi feita durante a 43ª reunião do Conselho de Chefes de Segurança e de Serviços Especiais (SORB, sigla em russo) dos integrantes da Comunidade dos Estados Independentes (organização composta por 11 países da antiga União Soviética).

    "É evidente que a situação internacional moderna necessite da busca de novos métodos, mais eficazes de reagir a desafios e ameaças globais. Organizações terroristas internacionais, que operam na Ásia Central, no Oriente Médio e no Norte da África, representam a principal ameaça para os países da Comunidade dos Estados Independentes. Os terroristas tentam utilizar estas regiões para se expandir, recrutam e treinam novos combatentes e os enviam a outros países para desestabilizar a situação", assinalou Vladimir Putin.

    "Sendo assim, é importante que os serviços de segurança nacionais reforcem parceria entre si, elaborem atitudes coordenadas para resolução de tarefas atuais, compartilhem experiência, dados operacionais e analíticos, bem como reforcem a colaboração com estruturas da sociedade civil", frisou o presidente russo.

    Putin destacou também que os encontros tradicionais entre os serviços especiais do antigo campo soviético "contribuem para desenvolvimento da parceria multilateral na luta contra o terrorismo, extremismo, tráfico de drogas e crime transnacional".

    Mais:

    Putin e Trump discutem crise da Coreia do Norte
    Especialistas: coletiva anual de Vladimir Putin consolidou o passado de olho nas eleições
    Trump agredeceu Putin pelo reconhecimento do 'sucesso econômico' dos EUA
    Tags:
    Rússia, Vladimir Putin, terrorismo, ameaça, colaboração
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar