17:22 05 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    270
    Nos siga no

    Autoridades japonesas e empresários chegaram em um porto russo de Kunashir, ao sul das Ilhas Curilas. Sinais de cooperação?

    Uma fonte informou à Sputnik que uma missão comercial, Etopirika, atracou em Kunashir na quinta-feira e a delegação, liderada pelo conselheiro especial do primeiro-ministro japonês, Eiichi Hasegawa, desembarcou às 2:30 da manhã.

    A viagem de uma semana visa discutir detalhes de cinco projetos econômicos russo-japoneses, afirmou anteriormente a embaixada da Rússia no Japão. Os acordos lidam com frutos do mar, vegetais de estufa, organizando passeios organizados, construindo turbinas eólicas e resíduos de reciclagem.

    A primeira missão ocorreu entre junho e julho. Um grupo de 69 delegados japoneses de empresas privadas e instituições estatais foram levadas

    As Ilhas Curilas do Sul, que o Japão chama dos Territórios do Norte, estão no cerne de uma disputa territorial entre a Rússia e o Japão. Tóquio reivindica Kunashir, Iturup, Shikotan e o grupo de ilhas de Habomai. A disputa territorial impediu os países de assinar um tratado de paz pós-guerra.

    Os governos procuram dar um passo em frente na resolução do impasse após o presidente russo Vladimir Putin e o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, terem conversado sobre o tema em 2016, concordando em executar projetos econômicos conjuntos. A atividade econômica conjunta nas ilhas foi discutida em dezembro passado. Em fevereiro, o ministro japonês das Relações Exteriores, Fumio Kishida, disse no encontro inaugural do conselho interdepartamental sobre atividades econômicas conjuntas com a Rússia que as áreas de cooperação econômica incluirão a pesca, o turismo, a saúde e a ecologia.

    Tags:
    Eiichi Hasegawa, Fumio Kishida, Shinzo Abe, Vladimir Putin, Habomai, Kunashir, Territórios do Norte, Ilhas Curilas, Tóquio, Japão, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar