17:39 17 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Consulado-Geral russo em São Francisco

    Opinião: EUA entendem o perigo de um conflito aberto com a Rússia

    © AFP 2017/ Josh Edelson
    Rússia
    URL curta
    1192

    O Departamento de Estado norte-americano não conseguiu explicar o motivo de ter retirado as bandeiras da Rússia das instalações diplomáticas russas nos EUA. O especialista em ciências políticas Vladimir Kireev falou, em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, sobre os motivos das ações controversas por parte dos EUA.

    Um representante do Departamento do Estado comunicou à Sputnik que os EUA estão prontos a devolver as bandeiras russas retiradas das missões diplomáticas em Washington e São-Francisco. 

    "Informamos a embaixada russa de que podemos devolver as bandeiras russas às autoridades russas quando elas quiserem", disse ele.

    Enquanto isso, o Departamento de Estado norte-americano não conseguiu explicar o motivo de ter retirado os símbolos nacionais em uma representação diplomática estrangeira.

    A representante do Departamento do Estado, Heather Nauert, falando no briefing, ignorou as perguntas dos jornalistas sobre o tema. Contudo, acabou por reconhecer que não tinha em sua disposição informações sobre a situação.

    "Eu não sei", disse ela. 

    Anteriormente, o Departamento dos Estado afirmou que considera legal a retirada das bandeiras russas das propriedades diplomáticas da Rússia nos EUA.

    O ministro das Relações Exteriores Sergei Lavrov comunicou ao secretário do Estado dos EUA, Rex Tillerson, que tais ações são inaceitáveis.

    O especialista em ciências políticas Vladimir Kireev, em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, falou sobre sua visão dos motivos destas ações controversas por parte dos EUA.

    "Hoje em dia, a política norte-americana está vivendo uma grave crise de conceitos sobre o futuro, sobre o que os EUA representam agora, fazendo com que seja difícil esperar ações coordenadas por parte dos norte-americanos. É provável que, no futuro, estes ajam de uma forma imprevisível e até ameaçadora. Atualmente, os EUA estão enfrentando grandes desafios externos à sua liderança no mundo e reagem de um jeito meio histérico", assinalou Vladimir Kireev.

    Esta tendência se reflete nas relações entre a Rússia e os EUA.

    "As ações em relação à Rússia são contraditórias. Por um lado, os EUA entendem perigo de um conflito aberto com a Rússia, porque pode provocar consequências graves. Por outro, a maioria dos políticos norte-americanos considera a Rússia como inimigo, o que requere ações agressivas da parte deles. No futuro, vamos ver mais ações dessas, que por um lado são agressivas, por outro, conciliadoras. Não tem como atingir o equilíbrio agora", ressaltou o especialista.

    Mais:

    Rússia: Irã tem direito de sair do acordo nuclear se EUA reestabelecerem sanções
    Saída dos EUA do Acordo Nuclear fortalecerá Rússia e China
    Rússia: coalizão internacional liderada pelos EUA finge que combate Daesh no Iraque
    Tags:
    bandeira, relações bilaterais, perigo, Consulado Geral da Rússia em São Francisco, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik