17:53 20 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    15372
    Nos siga no

    A visita do rei saudita, Salman bin Abdulaziz al Saud, à Rússia demonstra uma mudança na posição de Riad quanto Moscou: a monarquia árabe reconheceu a importância do papel que a Rússia desempenha no Oriente Médio, acreditam especialistas entrevistados pela Sputnik.

    As relações melhoram

    Elena Suponina, assessora do diretor do Instituto Russo para Estudos Estratégicos, acredita que a visita do rei Salman à Rússia pode ser qualificada de histórica. Ela recordou que há 10 anos que Putin visitou a Arábia Saudita.

    "Durante esses 10 anos muitas coisas podiam ter sido feitas, mas, infelizmente, devido às guerras e crises que têm lugar no Oriente Médio, bem como à posição do reino nesses anos, não foram realizadas", lamentou o orientalista.

    De acordo com ela, agora há uma esperança de que as diferenças políticas já não impeçam Moscou e Riad de estabelecerem uma cooperação econômica estreita. 

    "O número de acordos firmados impressiona. Em qualquer caso, da sua parte, a Rússia fará todo o possível para que todos eles sejam realizados na prática. É só preciso esperar que a Arábia Saudita mostre o mesmo pragmatismo", assinalou Suponina.

    Diplomacia em versão saudita

    A Arábia Saudita reconheceu a Rússia como um ator importante no Oriente Médio, embora há poucos anos a atitude de Riad em relação a Moscou fosse diferente, destaca o presidente do Conselho de Política Externa e de Defesa russo, editor-chefe da revista Rússia na Política Global, Fyodor Lukyanov.

    Enquanto isso, segundo o especialista, apesar das mudanças nas relações entre a Rússia e a Arábia Saudita, Washington continua sendo o parceiro tradicional do país árabe.

    "O que a Arábia Saudita está disposta a pagar por boas relações com os EUA supera em dezenas vezes o que está pronta a pagar por relações similares com a Rússia", frisou o especialista, comparando o volume dos acordos firmados entre os países.

    Contudo, ele recordou que ainda há pouco as relações entre Riad e Moscou eram extremamente negativas, havendo até ameaças diretas por parte da Arábia Saudita à Rússia devido a sua posição quanto à Síria.

    "Hoje em dia tudo mudou, sendo uma prova de que a Arábia Saudita reconheceu a Rússia na qualidade de ator muito importante no Oriente Médio, uma potência que afeta os interesses do reino árabe. Quando algum país encaixa nessa categoria, então entra em jogo a clássica diplomacia saudita, que se baseia em gastos de dinheiro sério para manter boas relações", indica Lukyanov. 

    De acordo com ele, o motivo por trás da mudança da posição de Riad em relação em Moscou é a participação ativa da Rússia na resolução do conflito sírio, que mudou o seu rumo dramaticamente. O analista acredita que a Rússia simplesmente celebra uma vitória sobre os agrupamentos terroristas, que contavam com o apoio da própria Arábia Saudita, confirmando assim que é uma força digna que precisa ser levada em consideração.

    "Não nos oferecemos como um substituto dos EUA, porque Washington é um parceiro estratégico, um sócio da Arábia Saudita, por isso só oferecermos diversificação", ressaltou ele.

    Mais:

    Putin: visita do rei saudita à Rússia é um evento marcante nas relações bilaterais
    Decisão histórica: mulheres poderão dirigir na Arábia Saudita
    Tags:
    parceria, cooperação, visita, Fyodor Lukyanov, Salman bin Abdulaziz Al Saud, Vladimir Putin, Arábia Saudita, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar