03:26 30 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    2321
    Nos siga no

    O controle da "piscina com mísseis", como às vezes apelidam o mar Cáspio, permitiria à Rússia ter uma posição vantajosa no Oriente Médio e Ásia Central. Tendo isto em mente, o Ministério da Defesa russo iniciou a construção de uma base naval no mar Cáspio.

    Estima-se que a futura instalação possa abrigar toda a sua Flotilha do Cáspio, informa o jornal russo Izvestia.

    A nova base das Forças Armadas da Rússia será também mais moderna do que as bases navais situadas no norte do país. De acordo com os especialistas, a nova base se tornará um elemento muito importante da estratégia política e militar russa na região do mar Cáspio e no Oriente Médio em geral.

    Os planos da entidade militar russa preveem que a nova base naval será construída na cidade de Kaspiysk, na república do Daguestão. As obras de construção deverão estar prontas em 2020.

    A nova instalação é destinada ao estacionamento de navios militares equipados com armas de alta precisão. Depois de sua inauguração, a base de Kaspiysk se tornará a principal base das Forças Armadas da Rússia nesta região. No lugar já antes existiu uma base de infantaria da Marinha da Rússia.

    Navio russo Aleksandr Otrakovsky (foto de arquivo)
    © Sputnik / Ministério da Defesa da Rússia
    De acordo com o projeto, a futura base incluirá um porto, armazéns de munições, um hospital, camaratas e casas para oficiais. Também já foram designados os responsáveis pela construção e realizada a análise da infraestrutura que atualmente existe no lugar.

    Quando a Rússia demonstrou a potência de seus mísseis de cruzeiro Kalibr na Síria contra as posições dos combatentes do Daesh (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países), lançados a partir do mar Cáspio, verificou-se que, para usar essas armas de modo mais eficaz, Moscou precisava de uma infraestrutura mais moderna.

    O fortalecimento das posições russas no mar Cáspio pode ser explicado por várias razões econômicas e geopolíticas, afirmou o chefe do Instituto de Cooperação no Cáspio, Sergei Mikheev em uma entrevista à Sputnik. 

    Ele destacou também que cada vez mais países estão interessados na região do Cáspio. Em particular, esta área é rica em petróleo e gás. Além do mais, o mar é um recurso muito valioso para os militares russos por estar situado perto do Oriente Médio e da Ásia Central. 

    Mais:

    Navios da Marinha russa destroem alvo convencional no mar Cáspio
    Marinha do Irã realiza exercícios navais de grande porte no mar Cáspio (VÍDEOS)
    Tags:
    navios russos, flotilha, base naval, Marinha da Rússia, Mar Cáspio, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar