17:31 25 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    6351
    Nos siga no

    A Rússia criará munições radioeletrônicas capazes de tirar de combate o equipamento do inimigo através de ondas de rádio, comunicou à Sputnik o conselheiro do primeiro vice-diretor do consórcio russo Tecnologias Radioeletrônicas, Vladimir Mikheev.

    Anteriormente, algumas mídias comunicaram que empresas do complexo russo industrial e de defesa teriam elaborado o potente míssil Alabuga, equipado com ogiva geradora de campo eletromagnético de alta potência, capaz de cobrir um território de 3,5 quilômetros e expulsar de combate todos os equipamentos eletrônicos do inimigo de uma só vez, tornando-os uma "pilha de sucata".

    Mikheev explicou que Alabuga não é um tipo específico de arma: baseando-se no código em questão, entre 2011 e 2012, foi concluído um complexo de investigações científicas que definiram as principais direções de desenvolvimento de armas radioeletrônicas do futuro.

    "Foram realizados avaliação teórica complexa e trabalho prático em laboratórios e polígonos especializados, durante os quais foi definida a nomenclatura da arma radioeletrônica e seu impacto sobre o equipamento militar", disse ele.

    O impacto pode variar de acordo com sua intensidade: "Começando com um simples efeito de interferência, retirando temporariamente a munição e equipamento do inimigo de combate, até a sua aniquilação radioeletrônica completa, ou seja, danificação dos principais componentes eletrônicos, placas, blocos e sistemas."

    Depois da conclusão das pesquisas em questão, todos os dados obtidos foram arquivados, e o tema sobre armas radioeletrônicas foi definido como tecnologia crítica altamente secreta, frisou Mikheev.

    "Hoje, podemos dizer que todos os experimentos foram utilizados para elaboração de armas eletromagnéticas: munição, bombas e mísseis com geradores magnéticos explosivos", ressaltou ele.

    Experimentos parecidos estão sendo realizados por todas as potências mundiais, em particular, pelos EUA e pela China, concluiu ele.

    Mais:

    Pão em vez de armas: Rússia está ganhando 'guerra de cereais'
    Rússia vs EUA: que país tem as mais potentes armas hipersônicas?
    Rússia responde a acusações dos EUA de fornecer armas ao Talibã
    Tags:
    radioeletrônica, arma, foguete, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar