04:53 20 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Sistema de defesa antiaérea Sosna.

    Senador russo: mísseis da Coreia do Norte não voam em direção à Rússia

    © Foto / The Nudelman Precision Engineering Design Bureau (KBtochmash)
    Rússia
    URL curta
    Lançamento de míssil de Pyongyang (18)
    35413
    Nos siga no

    Nada ameaça a Rússia, pois mísseis lançados pela Coreia do Norte não voam em direção ao nosso país; mesmo se houver qualquer ameaça, ela será localizada, afirma o vice-presidente do Comitê de Defesa e Segurança do Senado russo, Frants Klintsevich.

    "Não há ameaça alguma para a Rússia, os mísseis lançados pela Coreia do Norte não voam em nossa direção", declarou o senador russo.

    Ao mesmo tempo, ele acrescentou que, caso seja necessário, os sistemas de defesa antiaérea exercerão sua tarefa. "Não temos problemas com segurança, se surgirem, iremos localizá-los", indicou Frants Klintsevich.

    O político russo adicionou que, em sua opinião, o Japão não abate os mísseis norte-coreanos, pois estes não representam ameaça alguma ao território de seu país.

    "O míssil atingiu a altitude de 770 km, nenhum sistema de defesa antiaérea não é capaz de neutralizá-lo em tal altitude. Os mísseis são abatidos na fase inicial e na final", explicou Klintsevich.

    Em 15 de setembro (horário local), Pyongyang lançou mais um míssil balístico de médio alcance. De acordo com militares japoneses e sul-coreanos, o míssil alcançou uma atitude de cerca de 800 quilômetros e sobrevoou uma distância de 3.700 quilômetros, caindo a 2,2 mil quilômetros da ilha japonesa de Hokkaido.

    Apesar do novo pacote de sanções, introduzido pelo Conselho da Segurança da ONU, a Coreia do Norte afirmou que nenhuma pressão externa fará com que o país desista do desenvolvimento de armas nucleares e mísseis balístico, caso os EUA mantenham sua posição hostil.

    Tema:
    Lançamento de míssil de Pyongyang (18)

    Mais:

    Pentágono revela tipo de míssil lançado pela Coreia do Norte
    Rússia e China precisam tomar 'ação direta' contra Coreia do Norte, diz Tillerson
    Coreia do Norte lança um míssil não identificado em direção ao Japão
    Seul ameaça 'destruir Coreia do Norte sem recuperação possível' em caso de provocação
    Tags:
    testes de mísseis, sistemas de defesa aérea, segurança nacional, ataques, lançamento, Conselho da Federação Russa, Frants Klintsevich, Coreia do Norte, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar