23:51 17 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    1132
    Nos siga no

    O obuseiro autopropulsado Koalitsiya supera os da OTAN, comunicou o The National Interest.

    Por exemplo, em 1998, o exército alemão agregou os autopropulsados PzH 2000 ao seu arsenal. Este obuseiro autopropulsado pode realizar 10 disparos por minuto, atingindo alvos a 50 km de distância e movendo-se a 65 km/h. Os PzH 2000 são considerados pela OTAN como padrão. 

    O desenvolvimento do obuseiro russo foi iniciado em 2002. O armamento em questão foi equipado com um canhão de 152 mm de calibre 52, ou seja, quase 8 metros de altura, informa o jornal Rossiyskaya Gazeta, citando o The National Interest

    O veículo de artilharia autopropulsada Koalitsiya-SV desfila pela Praça Vermelha durante a Parada da Vitória de 9 de maio de 2017 em Moscou
    © Sputnik / Aleksandr Vilf
    O veículo de artilharia autopropulsada Koalitsiya-SV desfila pela Praça Vermelha durante a Parada da Vitória de 9 de maio de 2017 em Moscou

    Graças ao seu mecanismo exclusivo de carregamento de munição, o Koalitsiya russo pode lançar até 16 projéteis por minuto, atingindo seus alvos a 70 quilômetros, ou seja, alcance operacional 20 km a mais do que os da OTAN.

    Sendo assim, o Koalitsiya é muito parecido com sistemas de mísseis táticos e pode eliminar até mesmo os alvos que se encontram longe da linha frente. Ele pode liquidar os pontos de comando do inimigo, os instrumentos de defesa antiaérea e antimíssil, bem como entrar em conflitos de contrabateria sem ser percebido pela artilharia do inimigo.

    "Koalitsiya-SV vai reforçar significativamente o poder das tropas terrestres russas. Entretanto, o exército norte-americano vai continuar utilizando a versão modernizada do obuseiro M-109 Paladin, padrão desde os anos 70. Os Koalitsiya superam significativamente seus análogos ocidentais, pois possuem o novo sistema de orientação, armas modernas e mecanismo de carregamento de munição", comunica o Rossiyskaya Gazeta, citando analistas. 

    De acordo com o Ministério da Defesa da Rússia, os testes do Koalitsiya serão finalizados em 2019. 

    Mais:

    National Interest: Guerra Fria vai esfriar as cabeças, beneficiando a Rússia e os EUA
    National interest: americanos não querem arriscar suas vidas pela Ucrânia
    Tags:
    Rússia, EUA, Koalitsiya-SV, obuseiro, defesa, capacidade militar, comparação, artilharia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar