02:34 13 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    O ministro russo das Relações Exteriores, Sergey Lavrov e o secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, chegam para uma coletiva de imprensa após as suas conversações em Moscou.

    Rússia expressa 'desapontamento' com decisão dos EUA em fechar consulado

    © REUTERS / Sergei Karpukhin
    Rússia
    URL curta
    38415
    Nos siga no

    O ministro de Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, expressões "desapontamento com a escalada das tensões" após os Estados Unidos informarem a Moscou que o consulado russo em São Francisco, na costa oeste estadunidense, seria fechado.

    A informação chegou ao Kremlin por meio de uma ligação feita pelo secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, a Lavrov.

    "Em resposta, o ministro expressou o desapontamento com a escalada das tensões nas relações bilaterais", informou o ministério russo. Ainda segundo a pasta, uma eventual resposta da Rússia ainda será alvo de análise em Moscou.

    "Moscou vai examinar as novas medidas anunciadas pelos norte-americanos em detalhes, e depois a nossa reação será anunciada", completou o comunicado.

    A jornalistas em Washington, o embaixador da Rússia nos EUA, Anatoly Antonov, adiantou que a resposta russa será “profissional e calma”, evitando o que ele chamou de “histerias” desnecessárias.

    "Precisamos agir de forma profissional e calma com respeito a esse assunto", resumiu o chanceler, que assumiu o posto recentemente.

    A ordem para o fechamento do consulado russo em São Francisco partiu do Departamento de Estado dos EUA. Na mesma ordem, foi ordenado que o Kremlin fechasse ainda dois anexos em Washington e Nova York em dois dias, em uma decisão baseada “no espírito de paridade”, uma resposta às medidas de Moscou contra a presença diplomática dos EUA na Rússia.

    Ainda segundo o governo dos EUA, nenhum diplomata russo será expulso do país neste momento, devendo o Kremlin realoca-los em outras posições dentro do território estadunidense, se assim quiser.

    A Rússia possui presença diplomática em São Francisco desde 1852, de acordo com o site do consulado. Ele fechou em 1924 por falta de fundos, mas reabriu em 1934 depois que Washington estabeleceu relações diplomáticas com a União Soviética.

    Mais:

    Lavrov explica a Tillerson a causa da resposta russa às sanções dos EUA
    Lavrov: Moscou apoiará Trump, se ele quiser normalizar as relações com a Rússia
    Lavrov: acusações de que a Rússia quer enfraquecer a União Europeia são 'absurdas'
    Tags:
    política, retaliação, diplomacia, relações bilaterais, Kremlin, Anatoly Antonov, Rex Tillerson, Sergei Lavrov, Moscou, Washington, Nova York, São Francisco, Estados Unidos, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar