21:07 16 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Senado dos EUA em Washington

    Senadores dos EUA chegam a acordo quanto a sanções à Rússia, Irã e Coreia do Norte

    © flickr.com/ rj_schmidt
    Rússia
    URL curta
    33214
    Nos siga no

    O presidente do Comitê de Relações Exteriores do Senado, Bob Corker, declarou que o Senado dos EUA chegou a um acordo para aprovar um novo projeto de lei de sanções que afeta a Rússia, o Irã e a Coreia do Norte.

    O Senado dos EUA chegou a um acordo para aprovar um novo projeto de lei de sanções que afeta Rússia, Irã e Coreia do Norte, afirmou o presidente do Comitê de Relações Exteriores do Senado, Bob Corker, em um comunicado de imprensa.

    "Estou feliz em anunciar que chegamos a um acordo que nos permitirá enviar legislação de sanções à mesa do presidente", disse Corker nesta quarta-feira.

    Mais cedo, a Câmara dos Deputados dos Estados Unidos aprovou as sanções por 419 votos a favor e 3 contra. Os deputados também limitaram o poder de Donald Trump em derrubar as medidas restritivas contra Moscou.

    Falando à imprensa, o presidente da Casa, o republicano Paul Ryan afirmou que trata-se do pacote mais restritivo já adotado em toda a história contra os três países. Ele também justificou as sanções dizendo que Rússia, Irã e Coreia do Norte prejudicaram a estabilidade mundial.

    Caso seja aprovado no Senado, o projeto de lei precisa ser sancionado por Trump. No entanto, a porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, já afirmou que Trump  "apoia uma linha dura em relação à Rússia e a introdução destas sanções, nomeadamente".

    Mais:

    Erro №1: novo diretor de Comunicações interpreta mal posição de Trump sobre sanções
    Rússia: novas sanções dos EUA contra Irã são infundadas
    Chanceler alemão defende o levantamento das sanções contra a Rússia em entrevista
    EUA anunciam novas sanções contra o Irã por mísseis e apoio ao terrorismo
    Tags:
    Senado dos EUA, Casa Branca, Comitê de Relações Exteriores do Senado dos EUA, Câmara dos Deputados dos EUA, Sarah Sanders, Donald Trump, Bob Corker, Paul Ryan, Moscou, Coreia do Norte, Irã, Estados Unidos, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar