14:03 19 Novembro 2017
Ouvir Rádio
    Apresentação do sistema aéreo MiG-35 no distrito de Moscou

    Rússia começará produção do caça avançado MiG-35 em 2019

    © Sputnik/ Ramil Sitdikov
    Rússia
    URL curta
    5124580

    O novo caça russo MiG-35, que substituirá o venerado MiG-29 na Força Aérea do país, começará a ser produzido em série a partir de 2019, informou o diretor-geral da MiG, Ilia Tarasenko, durante o salão aeroespacial MAKS 2017, que acontece em Moscou.

    “Agora estamos testando [os MiG-35]. Os testes de voo vão acabar nos próximos dois anos, após os quais está previsto o início da produção em série da aeronave”, disse Tarasenko, em declarações reproduzidas pela RIA Novosti.

    O evento na capital russa marca uma das primeiras exibições do novo avião de combate do país, cujo potencial para exportação vem sendo bastante valorizado pelo Kremlin e por analistas internacionais do setor de aviação.

    Tarasenko comentou ainda que a companhia pretende iniciar os acordos comerciais para a aeronave a partir de 2020.

    Em março deste ano, a revista Forbes México apontou que há potencial para a exportação do MiG-35, a começar pelo fato de que 29 países possuem o modelo anterior do avião, o MiG-29, cujo “prazo de exploração irá expirar nos próximos cinco a seis anos”, escreveu a publicação.

    “Sob tais condições, é economicamente viável para estes operadores começar a transição para novos modelos de aviões de caça do mesmo fabricante”, concluiu a revista.

    O MiG-35 pertence à geração 4++ e é considerada uma aeronave ‘transitória’ entre o MiG-29 e um avião de quinta-geração. Não se trata de uma simples atualização do MiG-29 (cujas características são comparáveis ao F-16 dos EUA), mas sim de uma aeronave nova.

    Entre as novidades do novo avião estão os motores modernizados RD-33MK com impulso vetorização, radar AESA Zhuk-AE e um reforçado trem de pouso.

    Além disso, o caça pode alcançar velocidades de 2.400 km/h e um alcance de voo de até 3.000 quilômetros (com tanques de combustível externos). Por fim, o MiG-35 é capaz de carregar em seus 10 pontos de ancoragem externos aproximadamente 6,5 toneladas de carga útil (mísseis e bombas).

    Mais:

    Caças MiG-35 e aviões anfíbios russos despertam grande interesse na América Latina
    Conheça o caça MiG-35 modernizado: bom, bonito e barato
    Testes com modernos caças MiG-35 russos vão começar logo após virada do ano
    Tags:
    Aeronáutica, aviação russa, aviação militar, mig-29, mig-35, Kremlin, MiG, Ilia Tarasenko, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik