08:01 28 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    0220
    Nos siga no

    Cerca de 100 navios e embarcações da Marinha russa estão hoje em dia efetuando missões em diferentes partes dos oceanos, afirmou o almirante e comandante-geral da Marinha russa, Vladimir Korolev.

    "Atualmente, cerca de 100 navios de combate e de manutenção da Marinha russa portam a bandeira de Santo André nos oceanos, em nome da estabilidade e da paz", frisou o comandante em um artigo publicado neste sábado (1) na edição do Salão Naval Internacional de São Petersburgo 2017.

    O militar também destacou a importância da modernização do potencial marítimo russo.

    "Temos que trabalhar para estar à frente das tendências internacionais de construção naval. Para que a Marinha russa seja capaz de responder a quaisquer ameaças nos oceanos, nós e nossos estaleiros, devemos ficar vários passos à frente [dos outros]e já agora ter planos a longo prazo. É nesta perspectiva que implementamos o programa do governo de construção naval militar até o ano de 2050", resumiu.

    O comandante-geral também acrescentou que tanto os navios de superfície, como os submergíveis da Marinha russa terão as capacidades de manobra e de comando mais avançadas, bem como radares e complexos de armas aperfeiçoados.

    Porta-aviões Admiral Kuznetsov no Atlântico
    © Sputnik / Serviço de Imprensa da Frota do Norte/Andrey Luzik/USO EDITORIAL
    O Salão Naval Internacional de São Petersburgo 2017 decorre na Rússia entre 28 de junho e 2 de julho e reúne mais de 400 empresas participantes, inclusive 49 estrangeiras.

    O evento conta com a representação dos principais "gigantes" militares russos — a Corporação Unida de Construção Naval, a Takticheskoe Raketnoe Vooruzhenie (Corporação de Mísseis Táticos), a Almaz-Antey e a empresa conjunta russo-indiana BrahMos Aerospace, bem conhecidas empresas ocidentais do setor.

    Mais:

    Último navio da Frota Espacial, projeto muito secreto da URSS, se arrisca a desaparecer
    Ministério da Defesa russo chama novo porta-aviões britânico de 'alvo marítimo oportuno'
    Destróier russo Admiral Vinogradov testa combate com submarino no mar do Japão
    Tags:
    Rússia, Oceano Global, Marinha da Rússia, navio, embarcações, construção
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar