18:29 23 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Vladímir Putin, presidente da Rússia, no Kremlin (foto de arquivo)

    Putin: 'Preservar a identidade da Rússia é importante, mas o isolamento pode causar danos'

    © Sputnik/ Alexey Druzhinin
    Rússia
    URL curta
    61431120

    O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse na quarta-feira que o isolamento para a Rússia é uma "coisa extremamente perigosa", mas observou que permite aos russos consolidar forças.

    A preservação da identidade na Rússia é uma questão importante, mas é necessário ter em conta que a Rússia faz parte do mundo global e que o isolamento pode prejudicar o país, disse o presidente da Rússia, Vladimir Putin.

    "O mundo certamente está se desenvolvendo, há muitas conexões, elas são ilimitadas e todas as restrições nos contatos estão sendo deixadas para trás. É o processo certo e fazemos parte deste processo global e não devemos rejeitá-lo", dise Putin durante uma conversa com professores de formações de graduação de escolas secundárias realizada no Kremlin.

    Ele lembrou a história da China, que já foi o principal país do mundo, mas depois se isolou e recuou.

    "O isolamento é uma coisa extremamente perigosa, é fatal, mas a preservação da própria identidade nunca prejudicou ninguém. Pelo contrário, é o que nos permite consolidar nossas forças, reunir força em um punho e certamente precisamos disso", afirmou o presidente.

    Além disso, na Rússia, a identidade pode ser Buryat ou Yakut ou russo ou tártara, disse Putin.

    "Mas deve haver uma identidade nacional comum, isto é o que nos une, isto é o que temos. Pode ser chamado de qualquer forma, incluindo patriotismo. Esta palavra não é ruim, é um amor pela pátria. Mesmo apesar de toda a ironia, Lermontov, um homem tão específico, disse: 'Eu amo minha pátria, o amor ainda é estranho'. Mas tudo foi reduzido ao fato de que ele ama florestas e rios ", disse Putin, acrescentando que o poeta Mikhail Lérmontov confessou em seu trabalho o quanto amava o povo russo.

    Mais:

    UE planeja expandir cooperação com a Rússia em ciência, educação e cultura
    Kiev: radicais tentam incendiar edifício do Centro de Ciências e Cultura da Rússia
    Tags:
    Kremlin, Mikhail Lérmontov, Vladimir Putin, China, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik