12:20 07 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    571
    Nos siga no

    O jornal britânico Daily Mail publicou um artigo sobre a explosão de uma mina da época da Segunda Guerra Mundial na Crimeia. No artigo, o jornal "reconheceu" a península como russa.

    O incidente aconteceu na cidade portuária de Sevastopol, na península da Crimeia, no sudeste da Rússia", informa a matéria do jornal britânico.

    Daily Mail/reprodução da internet
    Daily Mail/reprodução da internet
    Daily Mail/reprodução da internet

    O explosivo, que pesava uma tonelada, foi destruído no dia 8 de junho.

    O artefato perigoso foi identificado como uma mina subaquática alemã do tipo LMB. Segundo os especialistas russos, a mina, provavelmente, foi lançada de uma aeronave da Luftwaffe ainda em junho de 1941.

    A mina foi encontrada nas proximidades da cidade, sob os gasodutos submarinos. Por isso, os militares arrastaram o objeto até o mar aberto e realizaram a sua explosão com ajuda de robôs. Veja como foi.

    Crimeia se reintegrou à Rússia em março de 2014, após a realização de um referendo, provocado por um golpe de Estado na Ucrânia. A reintegração foi apoiada por 96,77% dos eleitores da República da Crimeia e por 95,6% dos residentes da cidade de Sevastopol. A Ucrânia e os países do Ocidente não reconhecem os resultados do referendo.

    Moscou afirma que a população da Crimeia manifestou sua vontade de forma democrática e em conformidade com o direito internacional e o Estatuto da ONU.

    Mais:

    Opinião: ninguém será capaz de fazer explodir ponte da Crimeia
    'Redações de mídias ocidentais proíbem seus jornalistas de viajar para Crimeia'
    Crimeia receberá mais de US$ 5 bilhões em investimentos nos próximos dois anos
    Crimeia desenvolve relações econômicas com mais de 60 países, diz vice-premiê
    Tags:
    vídeo, explosão, mina, Daily Mail, Crimeia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar