15:21 19 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Ministério das Relações Exteriores da Rússia na Praça Smolenskaya-Sennaya, Moscou

    Chancelaria russa ameaça responder a ações hostis do Montenegro

    © Sputnik / Natalia Seliverstova
    Rússia
    URL curta
    30220

    Moscou lamenta a histeria antirrussa de Montenegro e na situação atual se reserva o direito de tomar medidas para responder reciprocamente, declarou a chancelaria da Rússia.

    "No dia 5 de junho, o Montenegro irá aderir formalmente à OTAN. Nós prestamos atenção ao fluxo de desinformação que surgiu nas vésperas deste processo e aos clichês propagandistas triviais sobre a Rússia emitidas pela Podgorica oficial", se lê na declaração do ministério russo.

    O Ministério das Relações Exteriores continuou dizendo que, de acordo com os últimos acontecimentos, a Rússia se reserva o direito de tomar medidas de resposta reciprocas, porque "na política, bem como na física, cada ação provoca uma reação".

    A chancelaria chamou as acusações do Montenegro sobre uma alegada intervenção de Moscou nos assuntos internos da Macedônia de "provocativas".

    "As acusações infundadas em relação a Moscou sobre o financiamento da mídia da Macedônia, com o fim de divulgar desinformação no interesse da Rússia, procedem a partir de uma organização cujos patrocinadores principais são instituições públicas dos EUA e a Fundação de George Soros", diz o comunicado.

    O MRE russo assinalou que o OCCRP (Projeto de Relatórios Sobre Corrupção e Criminalidade Organizada, na sigla em inglês) cala a verdadeira razão para o agravamento da situação – a pressão descarada de Bruxelas e Washington sobre o governo legitimo da Macedônia.

    Recentemente, a organização OCCRP, patrocinada por fundações norte-americanas, pelo Departamento de Estado e pela Fundação de George Soros, publicou um artigo, onde se lê que alegadamente o embaixador da Rússia na Macedônia teve um encontro com um representante do MRE da Macedônia e lhe comunicou a intenção de Moscou de criar um cinturão de "países neutrais em termos militares" no qual entraria o Montenegro, a Bósnia e Herzegovina, a Macedônia e a Sérvia.

    A publicação nota que três fontes anônimas da Macedônia confirmaram que o encontro teve lugar, mas não puderam dizer nada sobre o conteúdo da conversa.

    Mais:

    Chancelaria russa responde às acusações do MRE de Montenegro
    Montenegro acusou Moscou de interferência em assuntos internos do país
    Primeiro EUA: Trump empurra seu homólogo de Montenegro para sair bem na foto
    Tags:
    histeria, relações diplomáticas, propaganda, Chancelaria, OTAN, George Soros, Macedônia, Montenegro, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik