15:50 12 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    6130
    Nos siga no

    A implementação do projeto do navio-tanque Christophe de Margerie é uma contribuição para o setor energético global, para o desenvolvimento do Ártico, disse o presidente da Rússia, Vladimir Putin, durante uma cerimônia de batismo do navio-tanque de gás liquefeito.

    "A partir de hoje, este navio avançado será nomeado em homenagem de um empresário francês, um grande amigo do nosso país, um grande amigo da Rússia, Christophe de Margerie. Ele teve uma visão estratégica especial, fez muito para fortalecer a amizade, a parceria com a Rússia, contribuiu para a realização de uma série de grandes projetos conjuntos no sector da energia", disse o presidente russo.

    "Isto é mais um símbolo de nossa sincera atitude para com esse homem excepcional e assim rendemos homenagem à sua memória", acrescentou Vladimir Putin.

    Segundo o presidente, o navio-tanque será o navio-almirante de uma linha de 15 navios, todos desenvolvidos no âmbito do projeto de grande escala Yamal LNG, destinado a produzir gás liquefeito no Ártico.

    "Quero ressaltar que este projeto é, sem exagero, significativo não só para o nosso país e não só para a Europa", disse Putin, observando que o projeto Yamal LNG é uma contribuição significativa para o desenvolvimento da energia mundial.

    O navio-tanque Christophe de Margerie
    © Sputnik / Aleksei Druzhinin
    O navio-tanque Christophe de Margerie

    "Ele contribui para o desenvolvimento bem-sucedido do espaço global, cria demanda por tecnologias avançadas na área de produção e transporte de hidrocarbonetos, cria vagas de trabalho em nosso país e no exterior. O Yamal LNG desempenha um papel importante no desenvolvimento da Rota do Mar do Norte e no desenvolvimento do Ártico", acrescentou o líder russo.

    O navio-tanque foi batizado em homenagem ao presidente da empresa Total, Christophe de Margerie, que morreu em 2014 em um acidente com um avião Falcon no aeroporto de Vnukovo em Moscou. O navio-tanque foi construído para atender às exigências do Código Polar e é energeticamente eficaz e seguro para o ambiente. Juntamente com combustíveis convencionais, o sistema de propulsão pode utilizar o gás natural líquido, que pode reduzir significativamente as emissões de substâncias nocivas.

    Mais:

    EUA acham pouco provável conflito com Rússia no Ártico
    Almirante norte-americano: Rússia fez xeque-mate aos EUA no Ártico
    EUA estão preocupados com a presença militar da Rússia no Ártico
    Tags:
    navio-tanque, Gás Natural Liquefeito, Yamal LNG, SPIEF 2017, Fórum Econômico de São Petersburgo, Christophe de Margerie, Vladimir Putin, Ártico, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar