22:49 23 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Crimeia, Rússia. Vista de Yalta a partir do mar Negro

    Crimeia desenvolve relações econômicas com mais de 60 países, diz vice-premiê

    © Sputnik / Sergey Malgavko
    Rússia
    URL curta
    Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo (19)
    14130

    A cooperação econômica da Crimeia demonstra progresso e envolve contatos com mais de 60 países, comemorou o vice-primeiro-ministro da península, Georgy Muradov.

    Representantes de 14 países participaram do primeiro Fórum Econômico Internacional de Yalta (FEIY) em 2015. O segundo fórum contou com 80 participantes de 26 países. Já em 2017 a FEIY conta com representação de mais de 40 países.  

    "No terceiro fórum já contamos com mais de 200 participantes de 40 países. Ou seja, estamos nós desenvolvendo de forma ativa na qualidade de uma plataforma para investimento de capitais e mais do que isso. Por exemplo, aqui são discutidos temas de interesse social e político", explicou o vice-premiê.

    "Hoje desenvolvemos relações econômicas com mais de 60 países e relações políticas com mais de 80", comemorou Muradov em entrevista à Sputnik durante o Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo. 

    No total, o terceiro Fórum Econômico Internacional de Yalta resultou em assinatura de contratos de investimento no valor de 70 bilhões de rublos (1,24 bilhões de dólares), revelou Georgy Muradov.

    O Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo (SPIEF), uma das principais plataformas internacionais para discussão de temas econômicos estratégicos, está sendo realizado entre os dia 1 e 3 de junho. A agência internacional de notícias Sputnik e Rossiya Segodnya são parceiros oficiais do fórum.

    Tema:
    Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo (19)

    Mais:

    Túnel paralelo a ponte da Crimeia atrai investidores chineses
    Treinamento das forças especiais do FSB na Crimeia
    Exercícios na Crimeia 'respondem condignamente' a ameaças ucranianas
    Autoestrada que prolongará Ponte da Crimeia começa a ser construída
    Ponte da Crimeia vai ligar Rússia com a península dentro de 4 meses
    Tags:
    relações econômicas, FEIY 2017, SPIEF 2017, Georgy Muradov, Yalta, São Petersburgo, Crimeia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik