12:14 22 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Bombardeiros estratégicos russos Tu-22M3

    Bombardeiros estratégicos Tu-22M receberão armas da alta precisão

    Host photo agency
    Rússia
    URL curta
    181
    Nos siga no

    Até 2020, 30 dos mais de 100 bombardeiros de longo alcance Tupolev Tu-22M3 utilizados pela Força Aeroespacial russa serão modernizados.

    A modernização do primeiro bombardeiro estratégico Tu-22M3 entrará em funcionamento em 2018, comunicou o diretor-geral da empresa Tupolev, Aleksandr Konyukhov.

    "Os trabalhos do Tu-22M3M estão sendo realizados de acordo com o calendário. O aparelho será apresentado no próximo ano", anunciou Konyukhov.

    O ministério russo da Defesa reportou que, até 2020, 30 Tu-22M3 dos 100 que agora estão em serviço, serão modernizados. A modernização inclui a digitalização dos equipamentos de bordo para permitir a utilização de toda a gama de armas de alta precisão, incluindo bombas com comando por satélite KAB-1500 e bombas a laser.

    ​Inicialmente, o Tu-22M3 foi desenvolvido para destruir porta-aviões e alvos estratégicos fixos. Após a modernização, ele vai poder efetuar tiros contra vários alvos com mísseis X-31, X-35, X-38, X-41 e mísseis de cruzeiro X-65, X-101 e X-555. Além disso, a assinatura de radar do bombardeiro vai ser reduzida e seu prazo de vida útil vai aumentar para 40 anos.

    Mais:

    Apoio aéreo: qual é o papel dos Tu-22M3 russos na Síria?
    6 bombardeiros russos Tu-22M3 atacam Daesh perto de Raqqa
    Tags:
    defesa, bombas, radar, equipamento, Bombardeiro, modernização, armas, mísseis, Tu-22M3, Força Aeroespacial da Rússia, Tupolev, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar