04:03 28 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    3133
    Nos siga no

    Na Rússia foi eliminada uma grande rede de tráfico de armas e explosivos oriundos da União Europeia e Ucrânia. Foi instaurado um processo contra 54 pessoas, às quais foram confiscadas mais de 230 armas de fogo e 21 quilos de explosivos, informou esta segunda-feira (17) o Serviço Federal de Segurança (FSB) da Rússia.

    "O FSB, juntamente com o Ministério do Interior da Rússia, pôs fim à atividade ilegal de um grupo inter-regional participante da organização de um canal de fornecimento de armas a partir de países da Europa e da Ucrânia. Em 24 divisões administrativas da Rússia foram abertos processos contra 54 membros do grupo, indiciados e evidenciados antes", diz o comunicado.

    A nota não especifica quantos contrabandistas foram detidos e colocados sob custódia.

    Durante a operação especial foram confiscadas 230 armas de fogo, tanto em funcionais como modificadas e "remodeladas para recuperação de suas características de utilização" (se trata, nomeadamente, de armas da época da Segunda Guerra Mundial): 18 metralhadoras, 43 fuzis de assalto, 29 pistolas-metralhadoras, 45 carabinas, fuzis e espingardas e 97 pistolas e revólveres.

    Entre outros objetos, foi confiscado um canhão aéreo dos tempos da Segunda Guerra Mundial, mais de 16 mil munições, 15 granadas de mão de fragmentação, mais de 21 quilogramas de explosivos, drogas, assim como impressos falsos de licenças para comprar armas de fogo. Além disso, foram fechadas três oficinas clandestinas.

    © Sputnik .
    Serviço de Segurança russo detém traficante de armas da UE e Ucrânia

    Atualmente, "estão decorrendo medidas para cortar os canais de fornecimento (de armas) do exterior. O inquérito continua.

    Mais:

    FSB da Rússia preocupado com unificação de grupos terroristas
    Tags:
    tráfico de armas, Serviço Federal de Segurança (FSB), Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar