03:22 07 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Um helicóptero pousa na rua perto da estação do metrô Sennaya Ploshchad, onde ocorreu uma explosão em 3 de abril de 2017

    Explosão em metrô de São Petersburgo deixa 11 mortos e 45 feridos

    © REUTERS / Anton Vaganov
    Rússia
    URL curta
    Explosão no metrô de São Petersburgo (23)
    81133
    Nos siga no

    Explosão abala estação de metrô em São Petersburgo.

    Ordenar as mensagens
    • 18:58

      Encontrado corpo de homem da Ásia Central no epicentro da explosão

      Mapa do atentado em São Petersburgo

      O mapa da explosão no metrô de São Petersburgo

      Confira o mapa da explosão no metrô de São Petersburgo, que levou a vida de 10 pessoas e deixou 47 feridos.
      Mostrar mais
    • 18:21

      Estação do metrô de São Petersburgo é reaberta após ter sido fechada por nova suspeita

    • 18:02

      Porta voz do Kremlin não confirma atentado terrorista em São Petersburgo

      Polícia garante segurança perto da estação Tekhnologichesky Institut do metrô de São Petersburgo após explosão

      Porta-voz do Kremlin: 'Todos os sinais apontam para ato terrorista'

      Explosão no metrô de São Petersburgo deixou 11 mortos e 45 feridos nesta segunda-feira (3). Autoridades ainda não confirmaram que foi um atentado terrorista.
      Mostrar mais
    • 17:33

      Peskov afirmou que "do ponto de vista jurídico, não se pode falar em atentado terorrista"

    • 17:29

      "Ainda é cedo pra classificar o atentado como um ato de terrorismo", diz porta-voz do presidente russo

      O porta-voz presidencial russo, Dmitry Peskov, declarou que todas as evidências apontam para um ataque terrorista em São Petersburgo, mas observou que ainda é cedo pra classificar como "ato de terror". 

    • 17:27
    • 17:24

      Explosivo implantado em metrô em São Petersburgo tinha potência de 1kg de TNT

    • 17:15
      Consequências da explosão no metrô de São Petersburgo

      Metrô de São Petersburgo momentos após o atentado (VÍDEO FORTE)

      Momentos depois de uma explosão no metrô de São Petersburgo nesta segunda-feira, alguns passageiros começaram a fugir do local, enquanto outros começaram a prestar socorro imediato às vítimas.
      Mostrar mais
    • 17:09

      Autoridades identificam preliminarmente responsável por atentado no metrô de São Petersburgo

      Autoridades identificam preliminarmente um jovem da Ásia Central como responsável pelo atentado que matou ao menos 11 pessoas no metrô de São Petersburgo. 

    • 17:05

      Putin deixa flores em homenagem às vítimas do atentado no metrô de São Petersburgo

    • 16:53

      Putin realiza reunião de investigação sobre atentado em São Petersburgo

      O presidente da Rússia, Vladimir Putin, realiza nesta segunda-feira uma reunião com a direção da Agência Federal de Segurança da Rússia para investigar o atentado no metrô. 

    • 16:48

      Conselho de Segurança da ONU pede que responsáveis pelo ataque sejam julgados

      O Conselho de Segurança da ONU condenou o ataque no metrô de São Petersburgo e pediu que os responsáveis fossem julgados.

    • 16:25

      Comitê Nacional Antiterrorismo da Rússia: número de mortos durante a explosão no metrô em São Petersburgo sobe para 11

      A explosão no metrô de São Petersburgo resultou em 11 mortes e outras 45 pessoas hospitalizadas, informou o comunicado do Comitê Nacional Antiterrorismo da Rússia.

      "Em consequência da explosão, segundo dados atualizados, 11 pessoas morreram e 45 feridos estão hospitalizados. Os especialistas do ministério da Saúde adotaram medidas para prestação de ajuda médica e psicológica necessária aos feridos durante a explosão, bem como aos membros de suas famílias", explicou o comunicado.

    • 16:20

      Merkel classificou a explosão no metrô de São Petersburgo de 'ato de barbárie'

      A primeira-ministra da Alemanha, Angela Merkel, prestou condolências à Rússia pela explosão no metrô de São Petersburgo, que levou a vida de 10 pessoas na manhã desta segunda-feira. A chanceler alemã classificou o atentado de "ato de barbárie".

    • 16:06

      Polícia: um homem-bomba pode ter sido o responsável pela explosão no metrô de São Petersburgo

      Os investigadores não excluem a possibilidade de um homem-bomba ter sido responsável pela explosão no metrô de São Petersburgo, declarou à Sputnik uma fonte nos órgão de segurança da Rússia.

      "Os investigadores estão trabalhando com todas as versões. Não está excluída a possibilidade do atentado ter sido realizado por um homem-bomba", disse o interlocutor da agência.

    • 16:00

      Netanyahu envia condolências a Putin e às famílias das vítimas

      O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, expressou hoje suas condolências às famílias das vítimas da explosão em São Petersburgo, que atingiu o metrô da cidade no início do dia.

      Representante permanente dos EUA na ONU Nikki Haley

      Embaixadora dos EUA na ONU: Estados Unidos se juntarão à Rússia no combate ao terrorismo

      Os EUA combaterão os extremistas com a Rússia, declarou a representante permanente dos EUA junto à ONU, Nikki Haley, ao comnetar a explosão no metrô de São Petersburgo.
      Mostrar mais
    • 15:55

      Casa Branca: EUA estão prontos para ajudar Rússia na investigação sobre o atentado em São Petersburgo

    • 15:47

      'EUA e Rússia irão lutar juntos contra o extremismo', diz embaixadora norte-americana na ONU, Nikki Haley

    • 15:43

      Autoridades de São Petersburgo darão 1 milhão de rublos às famílias das vítimas

      O porta-voz do governador de São Petersburgo informou que as famílias das vítimas da tragédia do metrô receberão 1 milhão de rublos (cerca de 17 mil dólares). 

    • 15:19

      Embaixadora dos EUA na ONU, Nikki Haley, manifesta apoio à Rússia e à São Petersburgo no Twitter

    • 15:18

    • 15:13

      Trump: explosão no metrô de São Petersburgo, na Rússia, é 'uma coisa absolutamente terrível'

      O presidente dos EUA, Donald Trump, lamentou os acontecimentos trágicos em São Petersburgo. "Terrível. Uma coisa terrível", teria dito Trump, segundo os seus assessores, ao ser comunicado da explosão no metrô de São Petersburgo.

    • 14:58

      As linhas 3, 4 e 5 do metrô de São Petersburgo voltaram a operar

      "O trânsito nas linhas 3, 4 e 5 foi totalmente restabelecido", informou a organização. As linhas 1 e 2 estão operando parcialmente.

      Segundo a assessoria de imprensa do metrô, a segurança na entrada das estações foi reforçada.

    • 14:23

      População de São Petersburgo e de Moscou leva flores para homenagear as vítimas da explosão no metrô

      Flores em homenagem às vítimas da explosão no metrô de São Petersburgo
      © Sputnik / Anatoli Medved
      Homem deposita flores na tumba da cidade de Leningrado, no jardim das cidades heroicas da Segunda Guerra Mundial de Moscou, em homenagem aos mortos durante a explosão no metrô de São Petersburgo
      © Sputnik / Valery Melnikov
      Flores em homenagem às vítimas da explosão no metrô de São Petersburgo
      © Sputnik / Anatoli Medved
      Captions to follow shortly
      © Sputnik / Valery Melnikov
    • 14:19

      População de Londres começa a depositar flores em frente à Embaixada da Rússia

    • 14:15

      O CEO da Aplle, Tim Cook, escreveu seu primeiro tweet em russo para prestar condolências às vítimas da explosão em São Petersburgo

      "Sinceras condolências a todos os afetados pela tragédia em São Petersburgo", escreveu Cool em sua conta no Twitter.

    • 14:04

      Explosivo desarmado no metrô de São Petersburgo era de estilhaços

      O dispositivo explosivo caseiro, desarmado no metrô de São Petersburgo no começo do dia, era uma bomba de estilhaços, informou o Serviço Federal de Segurança da Rússia (FSB) em um comunicado à imprensa.

      "Aproximadamente às 15h [horário local, 9hs de Brasília] foi encontrado, na estação de metrô de Ploshchad Vosstaniya, um dispositivo explosivo caseiro de estilhaços. Este dispositivo foi desarmado por técnicos de bomba em tempo hábil e não há vítimas", informou o comunicado à imprensa.

    • 13:49

      Atualização: 43 hospitalizados em São Petersburgo

      A porta-voz do Comitê de Saúde de São Petersburgo, Yevguenia Laurkhamer, conversou com Sputnik Brasil e apresentou dados atualizados sobre a situação dos feridos durante a explosão no metrô da cidade.  

      Segundo os últimos dados, 43 pacientes foram enviados aos hospitais de São Petersburgo. No local estavam trabalhando 41 brigadas de serviços de emergência médica. Foi realizado o transporte médico de 15 feridos até o Instituto de Emergência de São Petersburgo. O Hospital Médico recebeu 12 vítimas e o hospital da Cidade outros 6. A Academia Militar Médica recebeu 9 pacientes. O Hospital Pediátrico Municipal Raukhfus está atendendo uma criança. A condição dos pacientes está sendo avaliada como média e grave.

    • 13:20

      Metrô de São Petersburgo continua fechado para averiguação

      O metrô de São Petersburgo ainda está fechado para averiguação dos riscos, segundo informou à Sputnik uma representante do sistema de transporte subterrâneo da cidade. 

      "O metrô ainda está fechado. Estamos aguardando as determinações dos órgãos de segurança, que estão averiguando todas as estações do metrô e de todos os túneis. O volume [de trabalho] é grande, possivelmente trabalharemos até tarde da noite", disse a interlocutora da agência.

      Forças de segurança russas ao lado da estação Sennaya Ploshchad, logo após a explosão no metrô, em 3 de abril de 2017
      © REUTERS / Igor Russak
    • 13:14

      Aeroporto de São Petersburgo opera normalmente

      O Aeroporto Internacional de Pulkovo, em São Petersburgo, negou os rumores de que teria sido fechado após a explosão no metrô da cidade, informou a assessoria de imprensa do aeroporto em um comunicado nesta segunda-feira.

      "Em relação aos relatos na mídia sobre o fechamento do aeroporto de Pulkovo, a assessoria de imprensa informa que esta informação não é verdadeira", explicou o comunicado.

      A assessoria de imprensa acrescentou que o aeroporto esta aberto e que os vôos estão sendo realizado conforme o previsto. A declaração destacou, entretanto, que a segurança no local foi reforçada.

    • 12:46

      Professor universitário brasileiro escapou por pouco da explosão no metrô em São Petersburgo

      O professor universitário brasileiro, Eduardo Bione, estava no metrô, em São Petersburgo, momentos depois da explosão. Ele conversou com Sputnik Brasil e relatou a sua experiência.

      "Por volta das 14h30 [horário local, 8h30 de Brasília], acredito, estava na linha violeta fazendo conexão na estação Sadovaya. Me chamou a atenção a intensa fumaça no ar, mas tudo estava aparentemente tranquilo por lá. Nenhum sinal de pânico na Sadovaya. Penso que ninguém sabia de nada ainda. Quando cheguei à rua, vi que havia um movimento maior que o normal, muita gente. Segui andando até a gare Moskovsky. Entrei numa cantina ao lado da gare, na avenida Ligovsky e pouco tempo depois comecei a receber notificações da Sputnik alertando para uma explosão no metrô. No mesmo momento, os telefones começaram a tocar e todas as pessoas começaram a dar notícias de que estavam bem. Ainda estou na cantina, o movimento na Ligovsky está intenso. Muita gente na rua. Todas as estações estão fechadas e o transporte público está circulando gratuitamente, soube. Uber também parece que está circulando dando carona gratuita às pessoas. Engarrafamento intenso aqui. Ainda não sei se os trens para Moscou foram cancelados ou não".

      Vítimas da explosão são resgatadas na estação de Tekhnologichesky Institut, no metrô de São Petersburgo, Rússia, 3 de abril de 2017
      © AP Photo / DTP&ChP St. Peterburg via AP
    • 12:36

      Rússia reforça segurança nos aeroportos após explosão no metrô de São Petersburgo

      A Agência Federal de transporte aéreo da Rússia, Rosaviatsiya, emitiu um comunicado a todos os aeroportos e companhias aéreas do país, solicitando adoção de medidas adicionais de segurança, após a explosão no metrô de São Petersburgo.

    • 12:24

      Autoridades de São Petersburgo: 43 pessoas estão hospitalizadas após a explosão

    • 12:17

      Autoridades de São Petersburgo decretam luto de três dias

      São Petersburgo, a partir de terça-feira, entra em luto oficial por três dias, informou nesta segunda-feira o assessor de imprensa do governador, Andrei Kibitov.

      "Por determinação do governador de São Petersburgo, Gueorguiy Poltavchenko, a partir de amanhã a cidade decreta um luto de três dias", informou Kibitov em sua conta no Twitter.

    • 12:14

      Ministra da Saúde: mais duas vítimas da explosão morreram no hospital

      O número de mortos após uma explosão no metrô de São Petersburgo subiu para 10 e 36 pessoas estão hospitalizadas. Entre os feridos há uma criança, disse aos jornalistas a ministra da Saúde da Rússia, Veronika Skvortsova.

      "Até o momento, o número de feridos, segundo dados oficiais, é de 47 pessoas. Sete pessoas morreram no local. Uma pessoas morreu no caminho para o hospital e 39 foram hospitalizados. Dois hospitalizados morreram durante o ingresso no hospital, em função de traumas. Trata-se de contusões e queimaduras muito graves", declarou a ministra aos jornalistas.

    • 12:00

      Pelo menos 10 mortos e 37 feridos durante explosão em São Petersburgo, disse ministra da Saúde da Rússia

      A ministra da Saúde da Rússia, Veronika Skvortsova, informou que subiu para 10 o número de mortos durante explosão no metrô de São Petersburgo. Pelo menos 37 pessoas estão feridas.

      Seis dos feridos, segundo a autoridade, estão em estado grave.

    • 11:53

      Primeiro-ministro da Turquia expressou condolências às vítimas das explosões na Rússia

      O primeiro-ministro turco, Binali Yildirim, expressou condolências durante um telefonema ao primeiro-ministro russo, Dmitry Medvedev, informou a televisão turca NTV.

      De acordo com o Comitê Nacional Antiterrorismo da Rússia, a explosão na estação de metrô Sennaya Ploshchad, em São Petersburgo, matou pelo menos nove pessoas e feriu mais de 20 pessoas no início do dia.

    • 11:46

      Chefe da OSCE prestou condolências às famílias das vítimas da explosão em São Petersburgo

      Lamberto Zannier, secretário-geral da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE), prestou condolências aos afetados pela explosão no metrô de São Petersburgo.

      "São notícias terríveis sobre as explosões no metrô de São Petersburgo. Minhas mais profundas condolências às famílias das vítimas", disse o alto-funcionário europeu.

      Um agente da polícia russa fala pelo telefone enquanto um grupo de médicos forenses auxiliam pessoas feridas na entrada da estação Tekhnologichesky Institut do metrô de São Petersburgo, onde uma explosão matou pelo menos 9 pessoas em 3 de abril de 2017
      © REUTERS / Ruslan Shamukov
    • 11:31

      Secretário-geral da OTAN envia condolências à Rússia por causa da explosão no metrô

    • 11:26

      Comitê Nacional Antiterrorismo comunica que o terceiro artefato explosivo foi neutralizado com sucesso

      Um terceiro artefato explosivo foi encontrado e neutralizado na estação de metrô Ploshchad Vostaniya.

      "Na estação Ploshchad Vostaniya foi encontrado e oportunamente neutralizado um artefato explosivo de fabricação caseira", comunicou o Comitê.

      Helicóptero do Corpo de Bombeiros do Ministério para Situações de Emergência da Rússia é visto perto da entrada à estação do metrô Tekhnologichesky Institut, no centro de São Petersburgo, onde uma explosão matou pelo menos 9 pessoas em 3 de abril de 2017
      © Sputnik / Anatoly Medved
    • 11:17

      A explosão em São Petersburgo até o momento não é considerada um atentado

      O representante oficial da Promotoria Geral da Rússia Aleksandr Kurennoi disse que agora ainda é cedo para considerar a explosão no metrô de São Petersburgo como um atentado.

      Agentes da polícia russa guardam a praça perto da entrada à estação de metrô Tekhnologichesky Institut, em São Petersburgo, após uma explosão que aconteceu em 3 de abril no metrô
      © Sputnik / Nina Alekseeva
    • 11:12

      Três estações de metrô de Moscou estão fechadas

      No contexto dos acontecimentos em São Petersburgo, três estações do metrô de Moscou foram fechadas por causa do descobrimento de várias bolsas abandonadas.

    • 11:05

      Comitê Nacional Antiterrorismo confirma 9 mortos na explosão

      Socorristas do Ministério para Situações de Emergência da Rússia ajudam uma pessoa ferida após explosões no metrô de São Petersburgo em 3 de abril de 2017
      © REUTERS / Anton Vaganov
    • 11:04

      A edição Washington Times, em uma matéria sobre as explosões em São Petersburgo, publicou uma foto dos protestos de 26 de março

      A representante oficial do MRE da Rússia Maria Zakharova escreveu no seu Facebook que a edição Washington Times, em uma matéria sobre as explosões em São Petersburgo, publicou uma foto dos protestos de 26 de março.

       

    • 10:47

      Chanceler britânico transmite condolências à Rússia

      Boris Johnson, ex-prefeito de Londres e agora chefe do Foreign Office, disse estar "chocado" com o trágico acontecimento.

    • 10:47

      As agências de táxi Uber e a local Taksovichkof não estão cobrando pelas corridas em São Petersburgo

    • 10:40

      Nas redes começaram a usar a hashtag #PrayForSpb

    • 10:38

      Uma testemunha, Aleksandr, que estava perto da estação de metrô Tekhnologichesky Institut quando aconteceu a explosão, comenta a situação à Sputnik:

      Agora junto ao metrô há muitas pessoas, pânico, automóveis, passam helicópteros. As pessoas tentam fotografar tudo isso e telefonar para seus parentes.

      "Eu estava observando como ajudavam as pessoas a sair do metrô e como eles foram tirados dali. É uma visão horrível.

      Graças a Deus, tive sorte. Estava mesmo me aproximando da estação de metrô quando houve a explosão. As pessoas começaram fugindo. Algumas estavam em pânico, outras estavam são e salvas, mas havia aqueles que saíram com a cara e roupas sujas de sangue.

      Depois começaram retirando do metrô aqueles que conseguiram sobreviver.

      No local, todos acham que isto foi um atentado terrorista, pois todas as testemunhas e feridos dizem que a explosão ocorreu em dois vagões quando eles estavam entre as estações de metrô Sennaya Ploshchad e Tekhnologichesky Institut."

    • 10:32

      O portal russo RBC, citando testemunhas oculares, comunica que antes da explosão um homem largou uma mochila no vagão e saiu

    • 10:27

      Especialistas renomados estão investigando explosões no metrô de São Petersburgo

      Um grupo de especialistas experientes na área de investigação e criminologia foram enviados para investigar as explosões no metrô de São Petersburgo, comunica o Comitê de Investigação da Rússia.

    • 10:21

      A agência Sputnik comunica que o MRE da Bélgica também expressou as condolências por causa da explosão no metrô de São Petersburgo

    • 10:16

      A embaixada dos EUA apresentou suas condolências aos parentes das vítimas da explosão

      “Estamos chocados com o que aconteceu”, acrescentaram os diplomatas norte-americanos.

       

    • 10:16

      Encontrado mais um artefato explosivo

      O portal local Fontanka comunicou que na estação Ploshchad Vosstaniya foi encontrado mais um artefato explosivo que não funcionou. Os sapadores agora estão trabalhando no local.

    • 10:15

      Veja um vídeo captado por uma testemunha:

      (0:56 / 5.92Mb / просмотров видео: 653)
    • 09:54

      Ekaterina Sergeeva, uma das testemunhas da explosão, revelou alguns detalhes à Sputnik

      "Nesse momento eu estava em um vagão na linha azul em direção à estação Nevsky Prospekt. O nosso trem ficou parado por 30 minutos. As pessoas não estavam entendendo o que estava acontecendo. Disseram que todas as entradas e saídas haviam sido bloqueadas. Algum tempo depois, um operador nos contatou e pediu para abrir as janelas para que o ar pudesse entrar nos vagões... Um pouco depois o trem finalmente partiu e chegamos à estação. 

      As pessoas começaram a sair, havia uma grande fumaça, todos tapavam a boca com cachecóis. E fiquei na rua.

      Neste momento no centro [de São Petersburgo] há muita polícia, ambulâncias, bombeiros...".

    • 09:55

      As autoridades da cidade comunicam que há 50 vítimas entre mortos e feridos

      A evacuação das pessoas do metrô em São Petersburgo foi concluída. Todas as estações de metrô estão fechadas depois das explosões, comunica o Comitê Nacional Antiterrorismo.

    • 09:50

      O presidente russo Vladimir Putin, que neste momento está em São Petersburgo, apresentou condolências às famílias das vítimas das explosões no metrô

      Presidente russo, Vladimir Putin, participa de uma reunião do Supremo Conselho Econômico Euro-Asiático e de uma sessão do Conselho de Segurança coletiva em São Petersburgo
      © Sputnik / Mikhail Klimentiev
    • 09:45
    • 09:36

      Os explosivos foram deixados no vagão, está sendo investigado a pista extremista, comunica a fonte

    • 09:33

      "As entradas das estações do metrô estão fechadas. Os trens estão passando sem parar", comunica a assessoria do metrô

    • 09:26

      Entre os feridos há crianças, segundo uma fonte da Sputnik nos serviços da emergência morreram 10 pessoas

    • 09:23

      A bomba que explodiu no metrô de São Petersburgo estava recheada de elementos metálicos, que aumentam o poder de destruição

    • 09:20

      O interlocutor da agência Sputnik disse que ocorreram duas explosões entre as estações de metrô Sennaya Ploshchad e Tekhnologichesky Institut

      Os serviços de emergência foram chamados ao local. As pessoas agora estão sendo evacuadas.

       

    • 09:13

      A agência Sputnik comunica sobre pelo menos 10 pessoas feridas durante o incidente

      "Ocorreu uma explosão em um dos vagões. Há vítimas mortais e feridos", comunica o interlocutor da Sputnik.

       

    • 09:11

      Segundo dados preliminares, há vítimas mortais. Veja um vídeo captado por uma testemunha:

    • 09:04

      A explosão abalou uma estação de metrô da linha azul da segunda maior cidade da Rússia – São Petersburgo

    Ao vivo
    Explosão em metrô de São Petersburgo deixa 11 mortos e 45 feridos
    +
    Tema:
    Explosão no metrô de São Petersburgo (23)
    Tags:
    explosão, São Petersburgo, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar