08:15 15 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    O ministro russo das Relações Exteriores, Sergei Lavrov, ri enquanto deixa o Intercontinental Hotel durante as negociações sobre o programa nuclear iraniano em Genebra, em 23 de novembro de 2013.

    Piada de diplomatas russos faz sorrir americanos comuns, mas não jornalistas

    © AFP 2017/ FABRICE COFFRINI
    Rússia
    URL curta
    2110

    A piada russa no Dia da Mentira provocou muitos risos entre os norte-americanos apesar da indignação de alguns jornalistas.

    O Ministério das Relações Exteriores russo tinha publicado nas redes sociais um áudio chamado "secretária eletrônica para missões diplomáticas russas".

    O áudio parodia a gravação de uma secretária eletrônica e propõe carregar em uma tecla para "encomendar chamada de um diplomata russo para seus adversários políticos" ou "usar os serviços de hackers russos".

    Muitos usuários consideraram a piada como engraçada.

    "Inestimável! Adoro o senso de humor."

    "Como um americano que não acredita que a Rússia tenha interferido nas eleições, é EXCEPCIONAL, já não ria tanto há algumas semanas."

    Muitas edições também entenderam a piada, embora a agência Associated Press contatasse um representante oficial para confirmar se era a piada ou não.

    Por sua vez, o Chicago Tribune escreveu: "Não diga que o presidente russo Vladimir Putin não tem senso de humor".

    "Tanto como qualquer sátira política, a piada visa algo de sério: as alegações de que a Rússia tentou minar as presidenciais de 2016 nos EUA e está tentando influir na votação em outros lugares", disse o Chicago Tribune.

    Entretanto, o correspondente da CNN Mattew Chance afirmou que a piada era uma tentativa de usar o humor para evitar a discussão do assunto.

    "Claro que as pessoas nos EUA não vão rir", adicionou Chance.

    Além disso, o jornalista disse que os russos não estão preocupados com o "circo norte-americano" pois estão seguros da estabilidade política em seu país.

    O analista Aleksei Martinov disse ao jornal russo Vzglyad que alguns jornalistas dos EUA não conseguiram entender a piada porque começaram acreditando na propaganda antirrussa divulgada antes e depois das presidenciais.

    "Eles começaram acreditando no disparate que eles estão espalhando", disse Martinov.

    "Acontece muitas vezes: quando você mente desde manhã até à noite, começa a acreditar no que está dizendo. Desde o início que todo o mundo sabe que isso é apenas mais uma mentira para propagar certas coisas encomendadas para ganhar dinheiro. Isso acontece", conclui o analista.

    As autoridades russas negaram repetidamente as alegações de intromissão nas eleições americanas, chamando-as de absurdas e de tentativa para desviar a opinião pública de casos de corrupção revelados e outras preocupações domésticas.

    Mais:

    Inteligência dos EUA diz que Rússia vai interferir nas eleições na Alemanha e França
    Itália está mergulhada em um escândalo em torno das mulheres russas
    'Falsificações e mentiras': Rússia critica relatórios ocidentais sobre a Síria
    Tags:
    ameaça russa, redes sociais, piada, Vladimir Putin, Maria Zakharova, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik