18:58 23 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Bandeiras dos EUA e da OTAN em frente dos caças F-22 Raptor  da Força Aérea norte-americana, na Lituânia

    Chefe de Comando Europeu diz que 'EUA buscam impedir Rússia, não se envolver em conflitos'

    © AFP 2017/ Petras Malukas
    Rússia
    URL curta
    33386114

    Os Estados Unidos tentam dissuadir a Rússia, não se envolver em conflito com os russos, disse o comandante do Comando Europeu dos EUA, General Curtis Scaparrotti, na terça-feira.

    A OTAN tem vindo a construir progressivamente a sua presença militar na Europa Central e Oriental desde 2014, utilizando como pretexto a alegada agressão russa. A Rússia tem repetidamente manifestado o seu protesto contra o aumento do número de tropas da NATO perto de suas fronteiras.

    "Não buscamos conflito com eles, a dissuasão tem de fato sua missão de prevenir conflitos e guerras", disse Scaparrotti ao Comitê de Serviços Armados da Câmara dos Deputados.

    Durante a última cimeira da OTAN em Julho, a Aliança decidiu reforçar a sua presença militar na Europa Oriental numa base rotativa com quatro batalhões na Polônia e nas nações bálticas. Durante a cúpula de 2014, a OTAN estabeleceu uma Força-Tarefa Conjunta de Prontidão de 5.000 pessoas em resposta à alegada ameaça russa.

    Mais:

    Secretário-geral da OTAN afirma que nos tempos de tensão diálogo com Rússia é crucial
    Apesar das críticas à aliança, Trump participará da cúpula da OTAN em 25 de maio
    Opinião: OTAN já não é maior prioridade para EUA
    Tags:
    Comitê de Serviços Armados da Câmara dos Deputados dos EUA, Câmara dos Deputados dos Estados Unidos, OTAN, Curtis Scaparrotti, Rússia, Estados Unidos, Polônia, Europa Oriental, Europa Central
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik