11:22 26 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Sistema da defesa antimíssil THAAD

    Ministério da Defesa russo: sistema de DAM dos EUA provoca corrida aos armamentos

    CC BY 2.0 / U.S. Missile Defense Agency / THAAD
    Rússia
    URL curta
    642738169

    Estado-Maior russo comunicou na terça (28) que o sistema de defesa antimíssil instalado pelos EUA provoca uma nova onda da corrida armamentista.

    A entidade também acrescentou que seu posicionamento desestabiliza os sistemas de segurança internacionais, acrescentando que os EUA querem estabelecer o controle por contenção da Rússia e China.

    "Sistema DAM é um símbolo para o reforço do potencial de mísseis no mundo e assim provoca uma nova corrida aos armamentos", comunicou o vice-chefe do Estado-Maior da Rússia Vitor Poznikhir na conferência em Genebra.

    Segundo ele, a existência de um sistema de defesa antimíssil global aumenta a possibilidade de utilização de armas nucleares, os EUA obtêm uma ilusão de impunidade na utilização das armas estratégicas.

    Sistema de DAM dos EUA provoca nova corrida aos armamentos 

    Segundo uma análise feita por especialistas russos, as capacidades da terceira área de posicionamento da defesa antimíssil, que Washington planeja criar no nordeste do país, permitirão interceptar quaisquer mísseis da Rússia e da China, comunicou Vitor Poznikhir. 

    "O total das capacidades do sistema da defesa antimíssil na área permitirá interceptar quaisquer mísseis balísticos lançados em direção aos EUA", comunicou ele à Sputnik.

    Os radares dos sistemas de Alerta de Ataque de Mísseis dos EUA cobrem todas as trajetórias de voo possíveis dos mísseis balísticos russos em direção aos EUA, acrescentou ele.

    Segundo adiantou, a área de controle dos sistemas norte-americanos cobre quase todo o território da Rússia.

    No dia 13 de julho, o Ministério da Defesa da Coreia do Sul declarou oficialmente que autoriza a instalação do sistema antimíssil THAAD dos EUA em Seongju-gun, na província coreana de Gyeongsang do Norte, e sua colocação em funcionamento até o fim do próximo ano.

    O sistema THAAD é projetado para interceptar mísseis balísticos de curto alcance (até 1.000 km), médio alcance (1.000-3.000 km) e alcance intermediário (3.000-5.500 km) na fase de voo mais próxima do alvo. A instalação do sistema na Península Coreana causou preocupação na Coreia do Norte, Rússia e China.

    Mais:

    China vs Coreia do Sul: quem perde mais com deslocamento do THAAD no país?
    Mídia: China pode neutralizar sinais de radar do THAAD
    Tags:
    contenção, posicionamento, deslocamento, armas nucleares, tensão, corrida armamentista, Defesa antimíssil (DAM), THAAD, Estado-Maior, Ministério da Defesa, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik