11:48 25 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    508
    Nos siga no

    As sanções ucranianas contra várias subsidiárias bancárias russas podem prejudicar as perspectivas de venda das estruturas dos pais, mas não terão qualquer outro impacto tangível, disse o diretor sênior da Fitch Ratings, Alexander Danilov, à Sputnik nesta segunda-feira.

    Na quinta-feira, o presidente ucraniano, Petro Poroshenko, aprovou a proposta do Conselho Nacional de Segurança e Defesa da Ucrânia de impor sanções de um ano às filiais de cinco bancos estaduais russos, incluindo o maior banco russo Sberbank e VTB.

    As subsidiárias não são mais capazes de retirar ativos da Ucrânia. A vice-presidente do Banco Nacional da Ucrânia, Kateryna Rozhkova, afirmou mais tarde que todos os bancos russos parcialmente controladas pelo governo estavam tentando vender suas filiais ucranianas.

    "[A manobra] pode tornar os clientes nervosos e causar uma saída de fundos que terão de ser reabastecidos pelos bancos-mãe, dado que o dinheiro não será recuperado no futuro próximo devido às sanções… Também pode enfraquecer a posição de negociação dos bancos-mãe ao discutir a venda de suas subsidiárias ", comentou Danilov.

    As estruturas centrais, porém, não devem sentir nenhum impacto diferente deste devido à pouca exposição ao mercado ucraniano, de acordo com o especialista financeiro.

    "Mesmo dado um pior cenário não haverá danos significativos, já que os bancos ucranianos são muito pequenos, menos de 1% dos ativos líquidos de Sberbank e VTB e cerca de 2% dos ativos do Vnesheconombank", explicou.

    Sberbank prometeu salvaguardar os interesses de seus clientes ucranianos, apesar das sanções e continuar a trabalhar enquanto denuncia o movimento de Kiev como "politicamente motivado". Outros bancos, incluindo VTB e Vnesheconombank, falaram de planos para se retirar total ou parcialmente do mercado ucraniano.

    Mais:

    Rússia: Leste da Ucrânia está à beira de catástrofe humanitária
    Ucrânia apresentará demanda contra Rússia no Tribunal Internacional de Justiça
    'Ocidente usa temas da Ucrânia e Síria para demonizar Rússia'
    Tags:
    Sputnik, Fitch Ratings, Sberbank, Vnesheconombank, Banco Nacional da Ucrânia, Conselho Nacional de Segurança e Defesa da Ucrânia, Alexander Danilov, Kateryna Rozhkova, Pyotr Poroshenko, Rússia, Ucrânia, Kiev
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar