16:44 21 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Agência britânica BBC

    Kremlin comenta filme da BBC sobre torcedores de futebol russos

    © AFP 2017/ NICOLAS ASFOURI
    Rússia
    URL curta
    1151860

    A erosão da qualidade e objetividade da emissora britânica BBC é evidente e lamentável, afirmou o porta-voz do presidente russo Dmitry Peskov nesta sexta-feira (17) relativamente ao recente documentário do canal que retrata os "hooligans de futebol russos".

    O filme documental “Exército de Hooligans da Rússia”, sobre os torcedores de futebol russos, que saiu para o ar na BBC na noite de quinta-feira (16), está sendo criticado no país como uma peça de propaganda que visa desencorajar os britânicos de viajarem à Rússia para a Copa FIFA de 2018.

    "Infelizmente, nos últimos tempos temos evidenciado uma erosão da qualidade e objetividade [do trabalho] dos nossos colegas da BBC, e expressamos nosso pesar por esse fato", disse Peskov aos repórteres.

    Peskov afirmou que o Kremlin não viu e não tenciona ver este filme “de terceira categoria”, e apontou para o registro do Reino Unido no que toca ao hooliganismo nos esportes.

    Mais cedo hoje, a Embaixada da Rússia em Londres afirmou em um comunicado que o documentário da emissora britânica visava desacreditar a Rússia às vésperas da Copa do Mundo de 2018 que o país irá sediar.

    "O filme 'Exército de Hooligans da Rússia', que foi filmado e transmitido pela BBC Two e que leva em consideração o FIFA Mundial 2018 organizado pela Rússia, é bastante chocante. Há impressão de que seu objetivo seja semear o medo na sociedade britânica e alertar os torcedores para não viajar para a Rússia. Baseado em imagens editadas de conflitos de torcedores de futebol em Marselha e de violentos torcedores russos, os cineastas do canal — que é financiado pelo governo — fizeram o seu melhor para difamar a Rússia e a próxima Copa do Mundo", diz a declaração da embaixada russa em Londres.

    O filme baseia-se nos acontecimentos do campeonato da UEFA Euro 2016 na França, quando pelo menos 30 pessoas ficaram feridas em confrontos entre torcedores da Rússia e da Inglaterra após uma partida de futebol, realizada em Marselha.

    Entretanto, o presidente da FIFA Gianni Infantino disse nesta quinta-feira (16) que ele não tem medo de que hooligans causem algum problema durante a próxima Copa na Rússia, a despeito de todas as intimidações expressas em relação aos fãs estrangeiros.

    "Eu não estou preocupado com quaisquer problemas em 2018, tenho plena confiança nas autoridades russas", disse Infantino a um pequeno grupo de jornalistas às margens de uma reunião em Doha.

    Mais:

    FIFA abre investigação contra presidente da União de Futebol da Rússia
    Porta-voz de Putin: Rússia nunca encarou nova administração dos EUA com óculos cor-de-rosa
    'Nunca tinha visto russos tão orgulhosos como com Putin no poder'
    Tags:
    torcedores, futebol, Kremlin, Dmitry Peskov, Reino Unido, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik