02:03 23 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Fuselagem de drone da OTAN, em frente ao estádio nacional onde foi realizada a cúpula da OTAN em Varsóvia, 9 de julho de 2016, Polônia

    Uma preocupação a mais da OTAN em relação à Rússia

    © AFP 2019/ STEPHANE DE SAKUTIN
    Rússia
    URL curta
    17241
    Nos siga no

    A OTAN expressou preocupação com o fortalecimento das relações da Rússia com a Abkházia e a Ossétia do Sul, disse o secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg. As duas nações são territórios separatistas da Geórgia e foram reconhecidas pelos russos em 2008, após a Guerra da Ossétia.

    "É preocupante que a Rússia aprofunde as relações com as regiões georgianas da Abkházia e da Ossétia do Sul, por isso exortamos a Rússia a retirar seu reconhecimento da independência dessas duas regiões", disse Stoltenberg em uma reunião da Comissão Geórgia-OTAN.

    O secretário disse que o bloco vai continuar a ajudar a Geórgia "continuar a avançar no caminho para a sua futura adesão à Aliança".

    Em agosto de 2008, as então autônomas regiões georgianas da Ossétia do Sul e Abkházia foram proclamadas repúblicas independentes após a invasão armada da Geórgia.

    No mesmo mês, a Rússia reconheceu a independência dessas repúblicas, causando a ruptura das relações diplomáticas entre Moscou e Tbilisi. Representantes do novo governo georgiano, que chegou ao poder após as eleições de outubro de 2012, declararam repetidamente que usarão apenas uma abordagem diplomática para retomar o controle da Abkházia e da Ossétia do Sul.

    Moscou, por sua vez, diz que a decisão de reconhecer a independência destas repúblicas não pode ser revista.

    Mais:

    Donetsk e Ossétia do Sul preparam aliança diplomática e militar
    EUA não reconhecem acordo sobre unificação das Forças Armadas da Rússia e da Abkházia
    Tags:
    Comissão Geórgia-OTAN, Jens Stoltenberg, Tbilisi, Geórgia, Rússia, Moscou, Ossétia do Sul, Abkházia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar