02:37 14 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Marco Rubio, senador dos EUA

    Republicano sobre levantamento de sanções contra a Rússia: 'Irrealista e contraproducente'

    © REUTERS/ Harrison McClary
    Rússia
    URL curta
    233

    O senador norte-americano Marco Rubio afirma que uma melhor relação entre os Estados Unidos e a Rússia seria "bom para o mundo", mas levantar as sanções sem que as condições sejam atendidas seria irrealista e contraproducente.

    As declarações de Rubio, ex-candidato presidencial, foram dadas na Câmara.

    "Acho que seria bom para o mundo se os Estados Unidos e a Rússia tivessem um melhor relacionamento, especialmente com o povo russo com o qual não temos brigas", afirmou Rubio na quarta-feira. "O povo russo quer um relacionamento melhor com a América? Não tenho dúvidas sobre isso".

    Qualquer acordo com a Rússia, no entanto, que envolva o levantamento de sanções seria "irrealista e contraproducente", se os requisitos para que isso aconteça não forem apresentados, afirmou Rubio.

    Rubio argumentou que as sanções contra Moscou devem permanecer em vigor "até que a soberania da Ucrânia seja respeitada, até que esses esforços para minar a democracia e espalhar a desinformação sejam plenamente considerados".

    O ex-candidato falou no mesmo dia em que o Ato de Revisão da Rússia, do qual ele é um co-autor, foi apresentado. O projeto de lei, baseado Ato de Revisão Nuclear do Irã, exigiria a aprovação por parte do Senado de qualquer acordo negociado pelo governo de Donald Trump implicando o levantamento das sanções impostas em represália pelo envolvimento russo na Ucrânia e suposta interferência na eleição presidencial de 2016.

    As relações entre os EUA e a Rússia se aprofundaram após os desentendimentos sobre a crise na Ucrânia. Os Estados Unidos impuseram sanções contra a Rússia depois que a Crimeia realizou um referendo em 2014, no qual a grande maioria de seus residentes decidiu reunificar-se com a Rússia. Autoridades russas negaram intromissão nos assuntos internos da Ucrânia e chamaram de absurdas as alegações de interferir nas eleições norte-americanas.

    Mais:

    Opinião: resposta de Trump à afronta contra Putin foi dura e inesperada
    Trump afirma respeitar Putin, mas não sabe se lidará bem com presidente russo
    Tags:
    Ato de Revisão Nuclear do Irã, Ato de Revisão da Rússia, Donald Trump, Marco Rubio, Moscou, Ucrânia, Estados Unidos, Crimeia, Rússia, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik