13:12 22 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    0 20
    Nos siga no

    Peritos excluíram a versão de atentado terrorista ao Tu-154 que caiu no mar Negro no fim de dezembro do ano passado, informou o jornal russo Kommersant, citando fonte ligada à investigação.

    Destaca-se que, após a queda, investigadores militares russos iniciaram uma série de testes com os destroços da fuselagem da aeronave, partes de corpos dos passageiros, pertences da tripulação e com a carga transportada pelo avião. No compartimento da bagagem estavam alocados medicamentos e instrumentos musicais do Ensemble Aleksandrov.

    Segundo o Kommersant, os testes foram realizados pelo instituto de pesquisa do Serviço Federal de Segurança da Rússia (FSB). Peritos avaliaram o dano causado aos destroços do avião: caso houvesse explodido uma bomba no avião, haveria "furos com bordas para fora da fuselagem".

    Além disso, peritos buscaram orifícios de um extremo a outro da aeronave como resultado do impacto com a superfície da água, bem como devido a "lascas de bomba ou míssil que detonou perto do avião".

    "[As munições de artilharia] shrapnel que atingem 2 mil metros por segundo de velocidade, como esclareceu a fonte ligada à investigação, 'abririam' no revestimento de alumínio buracos precisos <…>. Como a queda do avião acontece a uma velocidade mais baixa, ao redor dos buracos surgiriam deformações bem diferenciadas", comunicou o jornal.

    Os resultados excluíram qualquer suspeita sobre atentado terrorista no avião ou tiro de fora da aeronave contra a mesma, disse o jornal. A investigação continua, mas analisando outra versão: falha humana.

    Em 25 de dezembro, o Tu-154 do Ministério da Defesa russo caiu no mar Negro com 92 pessoas a bordo (84 passageiros e 8 membros da tripulação) depois de ter desaparecido dos radares 7 minutos após a decolagem. Os destroços do avião foram encontrados no mar a 1,5 km da costa, a uma profundidade de 50 a 70 metros. Entre os passageiros a bordo estavam cantores e músicos do Ensemble Aleksandrov, que deveriam se apresentar no Ano Novo na Síria para militares russos e jornalistas dos principais canais de TV da Rússia.

    Mais:

    Roma realiza cerimônia religiosa em homenagem a vítimas do Tu-154
    Americanos cantam hino russo em homenagem às vítimas do acidente com Tu-154 (VÍDEO)
    Rússia repudia charge trocista da revista francesa sobre a tragédia do Tu-154
    Atentado terrorista não está excluído das possíveis causas da queda do Tu-154
    Encontrada fita magnética que poderá pertencer à terceira caixa-preta do Tu-154
    'Comandante, estamos caindo': versões da queda do avião Tu-154 russo
    Tags:
    investigação, avião, atentado terrorista, queda, Tu-154, mar Negro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar