19:19 23 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    35503
    Nos siga no

    Hoje em dia a Rússia é mais forte do que qualquer agressor potencial, declarou Vladimir Putin, presidente da Rússia, durante a uma reunião no Ministério da Defesa.

    Contudo, o líder russo advertiu que não é tempo de os militares se relaxarem.

    "Queria chamar a vossa atenção ao fato de que, se nós nos permitirmos relaxar, permitirmos alguma pausa na modernização do exército e da frota, na preparação das tropas, a situação poderá mudar", disse Putin, sublinhando que a Rússia pode mesmo nem se dar conta disso.

    O presidente russo também indicou as tarefas-chave dos militares para o ano de 2017.

    "É importante que os ritmos alcançados de rearmamento do exército e da frota sejam mantidos, que seja controlada a realização das medidas do programa governamental de rearmamento e sejam cumpridas as encomendas do Estado", destacou Putin.

    Segundo as palavras de Vladimir Putin, o Ministério da Defesa deve também garantir o desenvolvimento equilibrado de todos os tipos de tropas, continuar a desenvolver armas de alta precisão, meios de comunicação modernos, inteligência e guerra eletrônica. Além disso, o presidente russo apelou a reforçar o potencial das Forças Nucleares Estratégicas.

    Sergei Shoigu, ministro da Defesa russo, disse que a porcentagem de novos armamentos no exército russo deve ser superior a 60%.

    Mais:

    'OTAN não deve ameaçar a Rússia: Guerra Fria acabou há muito tempo!'
    Moscou: Diálogo entre Rússia e EUA está congelado em quase todos os níveis
    Quais são as prioridades de Trump na área da defesa? Rússia fica fora da lista
    Tags:
    segurança nacional, defesa, Sergei Shoigu, Vladimir Putin, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar