23:24 17 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Ilhas Curilas

    Japão prepara 'regime especial' para as Curilas

    © Sputnik/ Sergey Krasnouhov
    Rússia
    URL curta
    14151

    O governo do Japão se prepara para discutir com a Rússia a possibilidade de atividade econômica conjunta nas ilhas Curilas do Sul, podendo as negociações ser realizadas no início de 2017, informa o jornal Mainichi.

    A edição aponta que nas reuniões intergovernamentais vão participar não só os representantes da Chancelaria, mas também funcionários de outros

    ministérios.  Segundo dados do jornal Mainichi, a parte japonesa será representada pelos Ministérios da Terra e do Transporte, da Saúde, da Prosperidade e do Trabalho, do Meio Ambiente e pela Agência da Pesca do Ministério da Agricultura, da Floresta e dos Recursos Hídricos.

    Como anteriormente se informou, durante as negociações que ocorreram em 15 e 16 de dezembro, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe chegaram ao acordo de discutir a possibilidade de atividade econômica conjunta nas ilhas Curilas do Sul. A mídia japonesa destacou que se trata de um "regime especial" em quatro ilhas russas, cuja soberania está sendo disputada por Tóquio.

    O Mainichi escreve que o Ministério das Relações Exteriores será responsável pelas questões da cooperação jurídica. Segundo dados do jornal, em 19 de dezembro foi realizada no Ministério uma conferência onde se discutiram as possíveis variantes.

    Conforme a declaração de Moscou de 1998, sobre "O estabelecimento da cooperação construtiva entre a Federação da Rússia e o Japão", já estava prevista a criação da subcomissão intergovernamental para a atividade econômica conjunta nas ilhas de Iturup, Kunashir, Shikotan e Khabomai.

    O Japão está reclamando esses territórios, com base no acordo do Comércio e da Navegação entre o Japão e a Rússia de 1855.

    De acordo com o Japão, a entrega das ilhas a Tóquio é a condição principal para que os países assinem o tratado de paz, o que não chegou a ser feito após o fim da Segunda Guerra Mundial.

    Quanto à posição de Moscou, as Curilas do Sul se tornaram parte da União Soviética como consequência da Segunda Guerra Mundial, estando a soberania russa sobre as ilhas juridicamente formalizada a nível internacional. 

    Para promover a assinatura do tratado de paz entre os dois países, Putin e Abe decidiram desenvolver a cooperação econômica, incluindo a atividade conjunta nas ilhas Curilas do Sul.

    Mais:

    O que Putin e Abe conseguiram no primeiro dia da importante visita do líder russo ao Japão
    Rússia e Japão: compromisso inevitável ou impossível?
    Mídia: Japão não exclui colocar bases americanas nas Curilas
    Putin: relações sino-russas devem ser um exemplo para Japão
    Ilhas Curilas: decisão sem soluções e a façanha de Abe
    Tags:
    acordo de paz, disputa territorial, cooperação econômica, ministérios, Chancelaria, Shinzo Abe, Vladimir Putin, Iturup, Ilhas Curilas, Japão, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik