23:30 17 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Foto de arquivo: funcionário do FSB durante uma detenção

    Rússia elimina 129 terroristas e previne 42 atentados em 2016

    FSB da Rússia
    Rússia
    URL curta
    0 82

    Os serviços de segurança russos eliminaram 129 extremistas e preveniram 42 atentados terroristas, informou o diretor do Serviço Federal de Segurança da Rússia (FSB), Aleksandr Bortnikov.

    A declaração foi feita durante reunião do Comitê Nacional Antiterrorista da Rússia. Bortnikov reconheceu que as ações do FSB no combate e prevenção de atentados se tornaram mais eficaz.

    "Foi apreendido um grande número de armas, foram cortadas as vias de tráfico ao território russo", destacou o alto responsável do FSB.

    Bortnikov acrescentou que foram descobertos 48 laboratórios clandestinos de fabricação de armas e explosivos, aumento de 50 por cento em comparação com o ano anterior.

    Ao mesmo tempo, durante o ano de 2016 foram detidas 86 pessoas que pretendiam viajar ao exterior para juntar-se a grupos terroristas.

    Além disso, "o FSB prendeu 34 recrutadores que juntavam pessoas para fazerem parte de grupos terroristas no território nacional".

    Estes recrutadores efetuavam uma campanha propagandista agressiva pela Internet para captar e radicalizar cidadãos.

    Afinal, Bortnikov apontou que a ameaça terrorista vem de grupos criminosos, que atuam no Cáucaso, e das organizações terroristas internacionais.

    Segundo as previsões, em 2017 a ameaça terrorista se manterá, enquanto redes internacionais de terrorismo estão intensificando sua atividade no território da Rússia.

    Mais:

    FMI inventa o 'bolsa terrorismo'
    Ministério da Defesa russo: combate ao terrorismo na Síria não era objetivo dos EUA
    Tags:
    grupos terroristas, detenção, explosivos, recrutamento, Comitê Nacional Antiterrorista, Serviço Federal de Segurança (FSB), Aleksandr Bortnikov, Cáucaso, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik