08:23 27 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    024
    Nos siga no

    O Serviço de Segurança da Ucrânia abriu um processo criminal contra o ator russo, Ivan Okhlobystin, em conformidade com o artigo “criação de um grupo terrorista”, após ele ter recebido um passaporte da autoproclamada República de Donetsk, comunicou a porta-voz do órgão, Elena Gitlyanskaya.

    "A Seção-Geral de Instrução Criminal do Serviço de Segurança da Ucrânia abriu um inquérito criminal pelo fato de senhor Okhlobystin ter cometido um crime previsto na 1ª parte do artigo 258-3 (criação de grupo terrorista ou de organização terrorista) do Código Penal da Ucrânia", escreveu Gitlyanskaya na sua página do Facebook nesta sexta-feira (2).

    A porta-voz destacou que isto foi feito "após Okhlobystin ter prestado apoio público às ideias do "mundo russo", saudado com alegria a "primavera russa" na Ucrânia, bem como se ter manifestado a favor da atividade da estrutura terrorista da República Popular de Donetsk".

    O conselheiro do chefe do Ministério do Interior ucraniano, Anton Geraschenko, apelou à União Europeia, EUA, Israel e Japão para incluírem Okhlobystin em uma lista de indivíduos que "estão proibidos de entrar em países civilizados". Em setembro de 2014, foi proibida a entrada na Ucrânia do ator russo. Além disso, todos os filmes e programas televisivos em que ele tomou parte também estão proibidos no país.

    Ator russo Ivan Okhlobystin toma parte do Festival de literatura na Praça Vermelha
    © Sputnik / Vladimir Astapkovich
    O ator russo Ivan Okhlobystin toma parte do Festival de literatura na Praça Vermelha, em Moscou

    Como foi comunicado na quarta-feira (30), o passaporte da República Popular de Donetsk foi entregue a Okhlobystin pelo presidente dessa república, Aleksandr Zakharchenko.

    O ator afirmou que "sempre foi um apoiante entusiástico do ‘mundo russo'… e a República Popular de Donetsk, no momento histórico atual, é um baluarte deste ‘mundo russo'".

    Okhlobystin também afirmou que recebeu esse passaporte para dar um sinal de apoio às pessoas que estão lutando pelo direito de viver na sua terra e de falar a língua materna.

    Mais:

    Forças de Segurança da Ucrânia ativaram reconhecimento aéreo, diz Donetsk
    Autoridades de Donetsk: 100 radicais ucranianos ocupam instalações civis
    Militares ucranianos atacam no sul da República Popular de Donetsk, hostilidades em curso
    Tags:
    República Popular de Donetsk, Rússia, Ucrânia, Ivan Okhlobystin, Aleksandr Zakharchenko, mundo russo, passaporte, guerra civil, processo criminal, inquérito, sanções, conflito ucraniano
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar