12:56 22 Novembro 2017
Ouvir Rádio
    Um apartamento no prédio de 5 andares quase destruido por ataques aéreos das Forças Armadas da Ucrânia, em Yasinovataya, Donbass.

    Comitê de Investigação da Rússia abre processo penal contra comandantes ucranianos

    © Sputnik/ Sergey Averin
    Rússia
    URL curta
    162041

    O Comitê de Investigação da Rússia abriu um processo penal contra os comandantes das Forças Armadas da Ucrânia envolvidos em ataques aéreos e morte da população civil em Donbass no período entre junho e novembro de 2016.

    O Comitê de Investigação da Rússia abriu um processo penal contra os comandantes das Forças Armadas da Ucrânia envolvidos em ataques aéreos e morte da população civil em Donbass no período entre junho e novembro de 2016, comunicou a chefe em exercício do Departamento de Comunicação do Comitê de Investigação da Rússia, Svetlana Petrenko.

    Militares ucranianos junto a um morteiro na aldeia de Peski, região de Donbass
    © AFP 2017/ ANATOLY STEPANOV
    Os juízes de instrução russos estabeleceram que, entre setembro e novembro de 2016, os comandantes de brigada Alexander Grusevitch, Mikhail Drapaty, Sergei Shaptala, Sergei Panchenko, Sergei Perets e outros militares das Forças Armadas ucranianas e da Guarda Nacional da Ucrânia dispararam contra infraestruturas civis, o que resultou na morte de 2 pessoas e deixou 20 civis feridos.

    Além disso, segundo dizem os juízes, o comandante de brigada Dmitry Delyatitsky e seus subordinados também participaram de ataques aéreos. Em resultado, uma linha elétrica sofreu danos, causando a morte de dois menores por eletrochoque, afirma o Comitê de Investigação.

    “Em relação aos comandantes mencionados das Forças Armadas da Ucrânia foram iniciados processos criminais, pelo elemento constitutivo da infração penal pressuposto pelo artigo 365, parte 1, do Código Penal da Federação da Rússia (uso de medidas e métodos de guerra proibidos)”, disse Petrenko.

    Também foi apresentada acusação contra o chefe de brigada das Forças Armadas da Ucrânia Vladimir Gorbatyuk, que, segundo a investigação, comandou um ataque de artilharia de precisão contra o bairro Petrivsky de Donetsk, deixando uma habitante local ferida por estilhaços.

    Segundo disse Petrenko, os juízes de instrução russos empreenderão todas as medidas necessárias para que todos os envolvidos no caso sejam justamente punidos.

    Mais:

    Ucranianos não acreditam que Poroshenko consegue por fim ao conflito em Donbass
    União Europeia ignora pedido ucraniano de envio de missão militar a Donbass
    Rússia abre inquéritos contra oficiais ucranianos por ataques aos cidadãos em Donbass
    Tags:
    população civil, processo criminal, ataques aéreos, investigação, Comitê de Investigações da Rússia, Donbass, Ucrânia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik