13:53 22 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    O Serviço de Segurança da Ucrânia (SBU, na sigla ucraniana)

    Forças de segurança da Crimeia revelam como foram logrados militares russos

    © AP Photo/ STF
    Rússia
    URL curta
    153313521

    Agentes do Serviço de Segurança da Ucrânia (SBU), através de interpostos indivíduos, atraíram os militares russos Maksim Odintsov e Aleksandr Baranov, alegadamente, com o objetivo de lhes repassarem documentos autenticados que confirmavam a conclusão do ensino superior em universidades ucranianas.

    As informações foram dadas por uma fonte das forças de segurança da Crimeia à agência RIA Novosti.

    A entrega da documentação estava prevista ser feita no posto de controle de Dzhankoy, informou a fonte. Segundo foi informado, logo que Odintsov e Baranov saíram do território da Rússia eles foram detidos por representantes do Serviço de Segurança da Ucrânia e levados para a região de Nikolayev na Ucrânia.

    O Serviço de Segurança da Ucrânia afirma que anteriormente os detidos serviam no exército ucraniano. O motivo da detenção foi a existência de processos criminais contra eles por deserção.

    O porta-voz do presidente russo Dmitry Peskov, questionado sobre o fato de os militares serem antigos soldados ucranianos, sublinhou que o mais importante é que eles são cidadãos russos.

    Na segunda-feira (21), o Ministério da Defesa russo informou que agentes de segurança ucranianos sequestraram dois militares russos na Crimeia e estão tentando processá-los criminalmente. Moscou afirmou que considera o sequestro uma "provocação flagrante", e está exigindo a liberação imediata e o retorno dos oficiais à Rússia.

    A Crimeia se tornou novamente uma região russa após o referendo realizado na sequência da tensão política na Ucrânia em 2014. Dos moradores da península 95% votaram a favor da reunificação com a Rússia.

    Mais:

    'Se organizações internacionais fossem independentes, Crimeia já teria sido reconhecida'
    Crimeia reforça defesa costeira recuperando sistemas de mísseis soviéticos
    Tags:
    detenção, posto de controle, documentos, sequestro, provocação, Ministério da Defesa (Rússia), Serviço de Segurança da Ucrânia (SBU), Dmitry Peskov, Crimeia, Ucrânia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik