14:32 01 Março 2021
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    6120
    Nos siga no

    A agência de vídeos RT Ruptly enviou um e-mail ao Pentágono pedindo autorização para filmar um evento. Entretanto, não recebeu uma resposta positiva ou negativa, mas um e-mail com críticas emocionais, informou o site do RT na sexta-feira (18).

    A agência expressou sua vontade de estar presente durante uma descarga na Alemanha de containers do Pentágono que foram enviados para a Europa no âmbito da instalação de forças adicionais da OTAN devido à política alegadamente agressiva da Rússia.

    O produtor da Ruptly enviou ao departamento militar norte-americano um pedido para realizar a filmagem, pedindo também para ser incluído na mala direta de e-mails para receber informações sobre eventos organizados pelo Pentágono.

    Primeiramente, a Ruptly recebeu uma resposta cortês que o responsável por estes assuntos é o tenente-coronel Peters. Entretanto, algum tempo depois, o jornalista recebeu uma mensagem de Peters com linguagem pouco correta. Pelos vistos, ele pressionou o botão "Responder a todos".

    "Não apoiaremos isso em caso algum. Quanto a segurança, o representante da inteligência militar vai matar-me e terá razão. A Ruptly é propaganda russa", diz o e-mail do funcionário da assessoria de imprensa do Pentágono, Donald Peters.

    Há que lembrar que na quarta-feira (16) a atitude especial perante o canal RT foi expressada pelo porta-vos do Departamento de Estado John Kirby, quando este se recusou a responder à pergunta da jornalista do canal dizendo que não se pode considerar o RT como uma das mídias que transmitem informações de forma objetiva.

    Mais:

    Rússia indignada com segregação de jornalistas em 'corretos e incorretos' pelos EUA
    Tags:
    pedido, críticas, e-mail, RT Ruptly, Pentágono, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar