12:13 07 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Ex-representante dos EUA na ONU, John Bolton, discursa na Convenção NRA, 2013 (foto de arquivo)

    Que secretário de Estado dos EUA será melhor para Rússia?

    © AFP 2019 / Karen BLEIER
    Rússia
    URL curta
    0 15
    Nos siga no

    A nomeação de John Bolton para o cargo de secretário de Estado norte-americano não contribuirá para a melhoria de relações russo-americanas, enquanto a candidatura de Rudolph Giuliani é preferível para a Rússia, disse o diretor do Instituto dos EUA e Canadá da Academia de Ciências da Rússia, Valery Garbuzov.

    O jornal norte-americano The Wall Street Journal informou na segunda-feira (14) que os principais candidatos ao cargo de secretário de Estado dos EUA na nova administração Trump são o ex-prefeito de Nova York Rudolph Giuliani e o ex-representante do país na ONU John Bolton.

    "Quanto a estes dois candidatos,…que ainda estão em discussão, são pessoas bastante conservadoras. John Bolton é um político antirrusso e, em caso de ser nomeado e a sua candidatura ser aprovada pelo Senado, é pouco provável que as relações entre a Rússia e os EUA melhorem de forma rápida", disse Garbuzov à agência RIA Novosti.

    Quanto a Giuliani, o especialista refere que é uma pessoa mais equilibrada, mas também é um político conservador de direita.

    "Se calhar, faz menos declarações antirrussas porque nunca ocupou cargos ligados à política mundial. John Bolton manifestou-se graças ao seu cargo e Giuliani não. A escolher entre os dois, creio que Giuliani seria preferível [para a Rússia], embora ninguém saiba como vai comportar-se quando se tratar de assuntos internacionais e de tentativas de resolvê-los", disse o analista.

    Segundo Garbuzov, é provável que ambos dos políticos assumam postos na nova administração dos EUA. Ele lembrou que todas as nomeações para cargos nos EUA são realizados com o acordo do Senado, um processo bastante prolongado. Também não excluiu que possam surgir novas candidaturas para o cargo de secretário de Estado porque novembro e dezembro é um período de formação preliminar da nova administração e os candidatos aos cargos serão aprovados somente depois da tomada de posse.

    Donald Trump venceu as eleições presidenciais de 8 de novembro nos EUA, contrariando as previsões e derrotando sua principal rival, a candidata democrata Hillary Clinton, que vinha sendo apontada como favorita nas últimas pesquisas de intenção de voto. A tomada de posse de Trump está marcada para 20 de janeiro.

    Mais:

    Trump anuncia nomes de chefe de gabinete e estrategista-chefe
    Snowden alerta para ‘espionagem interna’ após vitória de Trump
    Putin e Trump abordam tema da Síria e do terrorismo em conversa inédita
    Putin defende igualdade de direitos em conversa com Donald Trump
    Efeito Trump: mercado prevê redução menor de juros no Brasil e previsão do dólar sobe
    Tags:
    especialista, secretário de Estado, administração, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar