18:42 26 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    351
    Nos siga no

    A ampliação das sanções dos Estados Unidos à Federação Russa é uma manifestação da política completamente fracassada da administração do presidente cessante Barack Obama, disse à RIA Novosti o vice-chanceler da Rússia Sergei Ryabkov.

    O Departamento do Tesouro dos EUA incluiu na lista de sanções os seis deputados eleitos pela Crimeia.

    "A ampliação da lista de sanções dos EUA é uma manifestação de uma política absolutamente fracassada e falida da administração cessante dos EUA em relação à Rússia", disse Ryabkov.

    Segundo as suas palavras, a decisão não revela mais do que "um vazio interior e a ausência até mesmo de uma compreensão mínima, por parte dos EUA, da realidade contemporânea, em particular, das circunstâncias que levaram à reunificação da Crimeia" com a Rússia.

    "Lamentamos que a administração, cuja existência cessará dentro de 60 dias, continue a agarrar-se aos seus próprios fantasmas e demonstre não só falta de lógica, mas também a ausência de um desejo mínimo de melhorar de alguma forma a relação com a Rússia, seriamente abalada e, de fato, destruída por Washington", disse Ryabkov.

    Mais:

    União Europeia estende sanções contra autoridades sírias
    Trump pode atrapalhar manutenção das sanções da UE contra Rússia
    Parlamento da Bélgica volta a debater abolição das sanções anti-russas
    Tags:
    sanções econômicas, administração, fantasma, presidente, sanções, Ministério do Exterior, Chancelaria, Sergei Ryabkov, Donald Trump, Barack Obama, América, Crimeia, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar