20:28 03 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    Trump, presidente: a surpresa que abalou o mundo (70)
    5101
    Nos siga no

    Moscou tenciona avaliar o trabalho do novo presidente norte-americano tendo em conta as suas ações, disse em conversa com jornalistas o chefe do Ministério das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, comentando a vitória de Donald Trump nas eleições nos EUA.

    Lavrov sublinhou que a Rússia está preparada para trabalhar com qualquer presidente norte-americano.

    Segundo ele, nem todos os anteriores líderes dos parceiros da Rússia eram previsíveis em todas as situações. "Faz parte da vida, faz parte da política", assegurou o chefe da diplomacia russa.

    "Ouvi muitas palavras, mas iremos avalia-lo tendo em conta suas ações, vamos responder com ação por ação", concluiu.

    Lavrov destacou que Moscou não expressou preferências por nenhum dos candidatos e lembrou as palavras do presidente russo Vladimir Putin de que a Rússia trabalhará com o novo presidente dos EUA qualquer que seja a escolha do povo norte-americano.

    Segundo ele, "esta posição se mantém, ela não foi alterada de modo nenhum".

    Mais antes, o presidente da Rússia comentou as intenções de Trump de melhorar as relações com Moscou dizendo que esse caminho não será fácil.

    As eleições presidenciais se realizaram nos EUA em 8 de novembro. Trump obteve os votos de 276 delegados com o mínimo necessário de 270. Os delegados do Colégio Eleitoral votarão de forma formal em 19 de dezembro e o Congresso aprovará os resultados somente em 6 de janeiro de 2017.

    Tema:
    Trump, presidente: a surpresa que abalou o mundo (70)

    Mais:

    Polícia de Moscou impede orquestra de homenagear Trump diante da embaixada dos EUA
    'Eleição de Trump é guinada para o conservadorismo arcaico' – Senador João Capiberibe
    Secretário-Geral da ONU parabeniza Trump pela vitória
    Especialista: há algo semelhante entre a vitória de Trump e o Brexit
    Tags:
    vitória, relações, cooperação, Donald Trump, Sergei Lavrov, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar