20:59 18 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Crimeia, Sevastopol (foto de arquivo)

    Ucrânia envia projeto de resolução sobre a Crimeia à ONU

    © Sputnik / Vladimir Sergeev
    Rússia
    URL curta
    1029

    A Ucrânia apresentou na ONU um projeto de resolução sobre a observação dos direitos dos habitantes da Crimeia, apelando à Rússia para autorizar o envio de observadores à península, informa a agência France-Presse (AFP).

    O representante permanente adjunto da Federação da Rússia na Organização das Nações Unidas, Yevgeny Zagaynov, chamou à iniciativa tentativa de exercer pressão sobre Moscou.

    De acordo com a agência, o documento condena casos de “descriminação” na Crimeia, apela à Rússia para "tomar medidas e acabar imediatamente com toda a violência em relação às habitantes da Crimeia", bem como cooperar com o escritório da ONU para os direitos humanos, que espera elaborar um informe sobre a situação na península. Além disso, o documento apela a Moscou para rever a decisão sobre o chamado Congresso do Povo Tártaro da Crimeia, que é considerado por Moscou como organização extremista.

    A agência France-Presse sublinha que o projeto da resolução foi apresentado pela Ucrânia com o apoio de 38 países, incluindo os EUA, o Reino Unido e a França.

    "O objetivo principal da resolução – é apelar à Federação da Rússia para assegurar a observação completa das suas responsabilidades de país ocupante, de acordo com as regras do direito internacional. Também é necessário garantir o acesso seguro e livre ao mecanismo internacional dos direitos humanos na península temporariamente ocupada, para que seja possível fazer o monitoramento e informar sobre a situação, de acordo com o seu mandato", diz-se na declaração da missão ucraniana na ONU.

    O representante permanente adjunto da Federação Russa na Organização das Nações Unidas descreveu este documento como unilateral, apontando que não inclui tais passos dados por Kiev em relação à Crimeia como suspensão do comércio, o corte das linhas de energia elétrica e a cessação dos serviços bancários.

    Mais:

    Kremlin responde à nota de protesto ucraniano sobre visita de Putin à Crimeia
    Ucrânia protesta novamente contra visita de Putin à Crimeia
    Confronto Brasil x Venezuela nos Direitos Humanos da ONU
    ONU acusa oposição síria de ignorar normas de direito humanitário
    Tags:
    Rússia, direitos, direito internacional, ONU, resolução, Ucrânia, ONU, AFP, Rússia, Ucrânia, Crimeia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar