00:41 14 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    A sede da Assembleia Geral da ONU, no bairro deManhattan, em Nova York

    'Conselho de Direitos Humanos continua com plataforma de vingança'

    © REUTERS/ Eduardo Munoz
    Rússia
    URL curta
    426

    Conselho de Direitos Humanos da ONU está se tornando uma ferramenta para promover os interesses de certos países, afirmou o vice-chefe do Departamento de Direitos Humanos do Ministério das Relações Exteriores russo, Grigory Lukiantsev.

    "Estamos obrigados a constatar que a agenda do Conselho se virou uma espécie de instrumento para promover os interesses de certos países ou grupos. As discussões parecem cada vez mais um ato de vingança, tutoria, calúnia. Mais do que isso, há uma distorção geográfica quando se trata da violação dos direitos em certos países, o qual não corresponde às tendências atuais, mas parece fazer parte da política dos governos", disse Lukiantsev durante discurso na sessão plenária da Assembleia Geral da ONU.

    Segundo o diplomata, ‘a responsabilidade’ do Conselho consiste em criar condições para um dialogo a pé de igualdade entre vários países e alcançar ‘a máxima possível proteção dos direitos humanos em todos os Estados do mundo’.

    Na última votação, a Assembleia Geral da ONU não reelegeu a Rússia como membro do Conselho de Direitos Humanos. A Rússia que se candidatou como representante da Europa do Leste, recebeu 112 votos. Entretanto, dois assentos destinados à Europa Oriental serão ocupados pela Croácia (com 114 votos) e Hungria (com 144 votos) a partir do ano que vem.

    Lukiantsev, por sua vez, deu parabéns aos representantes dos países que conseguiram ser eleitos ao Conselho de Direitos Humanos na semana passada e expressou sua esperança que eles ‘contribuam para desenvolvimento da cooperação construtiva na promoção do respeito e proteção dos direitos humanos consagrados nos documentos internacionais’.

    Mais:

    EUA acabam comentando perda pela Rússia de lugar no Conselho de Direitos Humanos da ONU
    Kremlin reage aos apelos de expulsar Rússia do Conselho de Direitos Humanos da ONU
    Rússia apresentou ao Conselho de Segurança da ONU projeto de declaração sobre Síria
    Tags:
    sessão, votação, declaração, direitos humanos, Assembleia Geral da ONU, Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas, ONU, Europa Oriental, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik