22:45 14 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    O briefing da representante oficial da chancelaria russa Maria Zakharova

    Invasão de manequins: Rússia responde a ação de protesto provocadora em Londres

    © Sputnik/ Mikhail Voskresenskiy
    Rússia
    URL curta
    48121

    A representante oficial da chancelaria russa Maria Zakharova comunicou que o Ministério russo não tem nada a ver com os protestos junto da embaixada britânica em Moscou, cuja entrada foi atulhada nesta sexta-feira (4) de braços de plástico ensanguentados em resposta a um protesto semelhante em Londres.

    Como a Sputnik já comunicou, na tarde de quinta-feira (3), um grupo de ativistas da ONG britânica The Syria Campaign (A Campanha da Síria) colocou 800 braços de plástico perto do portão da embaixada russa em Londres. Além disso, os manifestantes se acorrentaram ao portão. Como resultado, a entrada ficou impedida.

    A ação levada a cabo na sexta-feira (5) perto da embaixada britânica em Moscou foi uma espécie de retaliação pelo protesto semelhante realizado um dia antes junto da embaixada russa em Londres. 

    "A chancelaria russa nunca apelou nem aos ativistas, nem aos representantes da sociedade civil para realizarem quaisquer manifestações contra as embaixadas dos  outros países por uma só razão: a Federação da Rússia está cumprindo suas obrigações, inclusive a Convenção de Viena, segundo a qual nós temos que garantir um certo nível de proteção às nossas representações diplomáticas", disse Zakharova em uma entrevista a à rádio Govorit Moskva. 

    Mais cedo, a diplomata havia afirmado que ação de protesto na entrada da embaixada russa em Londres está relacionada com a política do próprio Estado britânico. Dez dias antes do incidente, o chanceler britânico Boris Johnson tinha feito um apelo à sociedade civil para que planejasse ações de protesto contra cidadãos russos. Segundo diz Zakharova, as autoridades do Reino Unido estão fazendo dos seus cidadãos  ‘um rebanho sem opinião’.

    Na quinta-feira vários manifestantes pararam o funcionamento da embaixada russa: a entrada  da seção consular ficou impedida com um monte de partes de manequins plásticos, enquanto os outros participantes se acorrentaram ao portão. Há de destacar também, que segundo se diz na nota de protesto da embaixada russa em Londres, que a polícia se mostrou indiferente às ações dos manifestantes. Além disso, foi bloqueada a linha telefônica da embaixada russa – já que ela foi atacada por enorme quantidade de ligações ‘falsas’.

    Mais:

    Maria Zakharova exige desculpas por fotos fraudulentas
    Todas as contas do canal RT bloqueadas no Reino Unido
    Ex-embaixadora argentina: 'Reino Unido viola todas as normas internacionais'
    Tags:
    provocação, sociedade civil, nota de protexto, manifestação, protesto, Embaixada russa em Londres, Maria Zakharova, Moscou, Londres, Reino Unido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik