11:05 14 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Porta-voz do presidente russo, Dmitry Peskov

    Kremlin: EUA suspenderam cooperação na área nuclear depois da reunificação da Crimeia

    © Sputnik/ Sergei Guneev
    Rússia
    URL curta
    581

    De fato Washington suspendeu a cooperação no campo nuclear depois dos acontecimentos na Crimeia, Moscou apenas formalizou isso, declarou o porta-voz do presidente russo, Dmitry Peskov, comentando a situação da suspensão da cooperação nuclear.

    "Já foram prestados esclarecimentos pelo Ministério das Relações Exteriores. O que se passou foi que, quando ocorreram os acontecimentos na Crimeia, os EUA suspenderam de fato o cumprimento do acordo, por isso, ontem o nosso lado apenas formalizou a situação criada pelos nossos colegas americanos", disse Peskov aos jornalistas.

    "Lamentamos igualmente que tenhamos de fazer isto. Mas este documento não funcionava na prática por decisão dos EUA, portanto não há quaisquer elementos novos", destacou Peskov.

    O governo russo anunciou na véspera a suspensão do acordo de cooperação em pesquisa e desenvolvimento nas áreas nuclear e energética. Também foi denunciado o contrato entre a Rosatom e o Departamento de Energia dos EUA para a conversão dos reatores de pesquisa para utilização de urânio pouco enriquecido. As ações de Washington, que parou os trabalhos nesta área devido aos acontecimentos na Ucrânia, foram a razão principal para a suspensão do acordo.

    Mais:

    Rússia promete rever cooperação nuclear após promessas dos EUA
    Rússia suspende acordo com EUA sobre reciclagem de plutônio
    Chefe do Pentágono: Rússia e Coreia do Norte representam ameaça nuclear para os EUA
    Analista: potencial nuclear da Rússia destrói projeto geopolítico dos EUA
    Washington: ameaça de guerra nuclear entre EUA e Rússia diminuiu significativamente
    Tags:
    acordo nuclear, cooperação, Dmitry Peskov, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik