18:48 22 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    11112
    Nos siga no

    O porta-voz do presidente russo, Dmitry Peskov, fez anúncios importantes na quarta-feira (05).

    Segundo ele, Moscou está descontente com o bloqueio do projeto da declaração apresentado pela Rússia ao Conselho de Segurança da ONU sobre o ataque contra a Embaixada russa em Damasco, na Síria, em 3 de outubro.

    Ao mesmo tempo, Peskov frisou que a Rússia está disposta a cooperar com os EUA apesar de Washington ter anunciado na segunda-feira (03) a saída do diálogo bilateral sobre o cessar-fogo na Síria.

    Quando questionado sobre as perspectivas de restabelecer o trabalho conjunto com os EUA, Peskov recomendou que os "parceiros dos EUA fossem perguntados sobre isso".

    Peskov afirmou à RIA Novosti que Moscou está prestes a cooperar, ressaltando que sem cooperação será impossível combater o terrorismo com eficácia e resolver problemas na Síria.

    Outro assunto de elevada importância abordado por Peskov foi a questão ucraniana. Segundo ele, as conversações entre Victoria Nuland, secretária de Estado adjunta dos EUA para assuntos europeus e euroasiáticos, e Vladislav Surkov, assessor do presidente russo, dificilmente poderão trazer progresso significativo na solução da crise no leste da Ucrânia.

    Mais:

    Kremlin: EUA não cumprem seus compromissos na Síria
    Kremlin denuncia especulações em torno de investigação da catástrofe com o MH17
    Tags:
    crise ucraniana, cooperação bilateral, declaração, cessar-fogo, Kremlin, Conselho de Segurança da ONU, Victoria Nuland, Dmitry Peskov, Síria, Moscou, EUA, Ucrânia, Washington, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar