08:34 01 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    161
    Nos siga no

    O primeiro-ministro sueco Stefan lofven não considera a Rússia como uma ameaça imediata. Entretanto, uma análise dos desenvolvimentos recentes levam a Suécia a aprofundar sua cooperação com outros países.

    "Não consideramos a Rússia como uma ameaça imediata", disse ele em entrevista coletiva após as negociações com o vice-presidente dos EUA, Joe Biden, em Estocolmo.

    Ao mesmo tempo, o político sueco sublinhou que "estamos vendo o que acontece na Ucrânia e na Crimeia", e por isso a Suécia reforça a cooperação com outros países.

    Lofven destacou também que a Suécia quer continuar sendo um país fora da aliança da OTAN, mas que esta decisão não a impede de desenvolver laços com seus países-membros. Outra direção da cooperação do país é estreitar relações com os países vizinhos e a Finlândia em particular.

    O objetivo da visita de um dia de Biden à Suécia foi o aprofundamento de relações bilaterais, a discussão de assuntos relacionados com os contatos entre os dois países e a troca de opiniões sobre segurança, inclusive a situação em torno dos refugiados e migrantes.

    Mais:

    Militares da Suécia, Alemanha e Ucrânia sobrevoarão a Rússia
    Tags:
    Suécia, Rússia, EUA, OTAN, ameaça, cooperação
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar