Aina Gamzatova

Muçulmana se candidata para ser a presidente da Rússia em 2018

© Foto : Wikipedia Commons
Notícias
URL curta
239

A crescente lista de candidatas presidenciais russas recebeu uma nova adição. Uma jornalista muçulmana que é esposa e conselheira de um mufti russo é a última a apresentar a sua candidatura.

Aina Gamzatova, jornalista bem-sucedida e chefe da maior participação de mídia muçulmana da Rússia, enviou seus documentos de registro ao Comitê Eleitoral Central na segunda-feira. Ela foi nomeada candidata presidencial por um grupo de iniciativa local na República Russa do Daguestão, no final de dezembro, e atua como independente.

Gamzatova é a esposa do principal mufti do Daguestão, e também sua conselheira de relações públicas e de governo. Além disso, a mulher de 46 anos administra várias organizações de caridade.

Concorrer como uma candidata independente sem o apoio de um partido significa que Gamzatova ainda tem que coletar e enviar até 300.000 assinaturas de apoiantes de todas as regiões russas.

Os candidatos que representam os partidos parlamentares não têm que recolher nenhuma assinatura, enquanto que os apoiados por partidos não representados no Parlamento russo têm que obter o apoio de 100.000 signatários.

A primeira candidata presidencial muçulmana da Rússia ainda não revelou um programa eleitoral detalhado, adotando amplos apelos à unidade nacional e à coesão. No entanto, ela já ganhou algum apoio dos muçulmanos russos e até chamou a atenção da mídia internacional, incluindo a Al Jazeera, bem como as mídias alemãs, iranianas, indonésias e bósnias, entre outros.

Anteriormente, a socialite russa Ksenia Sobchak, chefe da edição russa da revista internacional de moda L'Officiel, apresentou sua candidatura presidencial ao Comitê de Eleições Centrais. A lista dos candidatas presidenciais russas inclui outras figuras públicas e políticos, bem como alguns candidatos mais incomuns, como a operadora de grua Natalya Lisitsina, que representa o movimento esquerdista Frente Trabalhista Unida Russa.

As eleições presidenciais russas estão agendadas para 18 de março. Até agora, Vladimir Zhirinovsky, o veterano líder do Partido Democrata Liberal da Rússia (LDPR), é o único candidato inscrito. O atual presidente russo, Vladimir Putin, vai candidatar-se a um novo mandato como independente, apesar de sua candidatura eleitoral ter sido aprovada por vários partidos, incluindo a maioria parlamentar do Partido da Rússia Unida e a oposição parlamentar de esquerda Rússia Justa.

De acordo com o chefe da Comissão Central de Eleições, Ella Pamfilova, 21 partidos políticos russos e 30 políticos e ativistas independentes declararam sua intenção de concorrer às eleições de 2018.

Mais:

Eleições na Rússia: quase 70% dos russos votariam em Vladimir Putin
Putin acusa EUA de querer causar problemas nas eleições presidenciais da Rússia
'Guerra Fria eleitoral': Rússia espera que EUA usem eleições para desestabilizar o país
Tags:
muçulmanos, política, eleições russas 2018, Natalya Lisitsina, Aina Gamzatova, Ksenia Sobchak, Vladimir Zhirinovsky, Vladimir Putin, Daguestão, Rússia
Padrões da comunidadeDiscussão
Comentar no FacebookComentar na Sputnik