Mascote da Copa 2018 na Rússia na cidade de Rostov-no-Don

Maior cidade do sul da Rússia se prepara para receber Copa do Mundo 2018

© Sputnik / Sergei Pivovarov
Rostov-no-Don
URL curta
Ekaterina Nenakhova
Copa à vista: Rússia se prepara para maior evento de futebol (68)
440

O processo de preparação para um evento esportivo tão importante como a Copa do Mundo é escrupuloso e demorado. A Sputnik Brasil visitou uma das regiões anfitriãs dos jogos, a do Don, e falou com altos responsáveis oficiais para conhecer todas as peculiaridades relacionadas com os preparativos.

A Rússia, sendo um país multinacional, tem todo um leque de curiosidades e culturas para apresentar à torcida internacional. Porém, a cidade de Rostov-no-Don e seus arredores representa uma daquelas áreas que proporcionam uma riqueza e diversidade excepcionais por sua longa história de mistura de numerosas nações e tradições.

Conhecendo a riqueza cultural

Não é de estranhar, então, que as autoridades municipais, junto com empresas privadas, tenham decidido criar uma série de percursos turísticos para todos os gostos para satisfazer as necessidades recreativas dos estrangeiros e dos próprios russos.

"A região de Rostov obteve uma honrosa oportunidade de sediar, tanto jogos de grupo da Copa do Mundo, que são quatro, como uma partida das oitavas. Eles decorrerão entre 17 de junho e 2 de julho de 2018, por isso, nesse período esperamos um grande fluxo de turistas, aos quais vamos propor uma lista dos 10 melhores percursos na região", frisou Yevgeny Mamichev, vice-ministro do Desenvolvimento Econômico da região de Rostov, durante uma coletiva de imprensa com jornalistas, inclusive os da Sputnik.

Vale ressaltar que a informação sobre as respectivas rotas será distribuída em panfletos, através das agências de turismo regionais e nos pontos especiais para torcedores. Além disso, para facilitar a deslocação, quase todas as viagens vão partir desde a chamada "zona dos fãs", localizada em pleno coração da cidade.

Uma das vantagens da região é o fato das principais atrações turísticas se situarem a distâncias de até 100 quilômetros, no máximo. E, na verdade, há muito para curtir — desde a própria Rostov-no-Don, com seus barzinhos e ruas centrais, até ao povoado armênio de Chaltyr com o melhor churrasco na Rússia e a cidade de Taganrog, pátria do famoso escritor russo Anton Chekhov, com seus fantásticos pratos da cozinha regional preparados com o peixe fresco do estreito de Taganrog que desagua ao mar de Azov.

Infraestruturas e logística

Ademais, os governantes regionais fizeram questão de criar uma infraestrutura completamente nova nas vésperas da Copa, isto é, o novo aeroporto internacional Platov, que será inaugurado já no final do ano corrente, e o estádio Rostov Arena, cuja construção, até hoje, já se completou em mais de 90%.

"Para o final do ano, estamos esperando por um evento muito importante, especialmente para a região de Rostov e para o sul da Rússia, entretanto, para nós ele vai além da nossa região. Trata-se da inauguração do novo aeroporto Platov, que é o primeiro complexo moderno deste tipo na Rússia realizado por um investidor privado a partir do nada. Durante os últimos 40 anos, incluindo ainda a época soviética, não foram construídos nenhuns aeroportos [desse tipo] no país", frisou Mamichev.

A diretora do Departamento de Economia da cidade de Rostov-no-Don, Svetlana Kambulova, contou que mais de 1 bilhão de rublos foi alocado para efetuar obras na cidade, ou seja, reconstruir as estradas, melhorar os pátios e criar mais zonas verdes.

"Queremos que a estadia dos nossos visitantes seja confortável e, caso vocês entrem no site do turismo de Rostov-no-Don, verão uma lista de todos os lugares de acomodação. Hoje em dia, eles são 168, ou seja, 4.443 quartos para 8.206 pessoas. Até o final do ano, se abrirão mais 6, inclusive o Radisson Blu perto do cais", pormenorizou a alta responsável oficial.

Para "quebrar" a barreira linguística, que costuma representar um problema sério para os visitantes estrangeiros, as autoridades regionais também se ocuparam em proporcionar todas as condições necessárias.

"Já é o segundo ano que o nosso Centro de Turismo e Informações conta com pessoal que fala inglês. […] Além disso, negociamos com todos os pontos de alimentação para que tenham um cardápio em várias línguas, enquanto os restaurantes principais já o têm, pelo menos em inglês e em alemão. Ademais, em todo o lugar há, ou haverá em breve, pelo menos um garçom fluente em inglês ou alemão", concluiu Kambulova, destacando, além disso, a ajuda dos voluntários, para quem o domínio de línguas estrangeiras é uma questão crucial.

Segurança como prioridade

Devido à repercussão constante na imprensa e até ameaças provenientes de grupos radicais, é claro que alguns estrangeiros receiam possíveis ataques terroristas na cidade. Entretanto, segundo asseguraram as autoridades municipais aos jornalistas, a questão de segurança representa o tema número um durante os preparativos, ou seja, é com ela que se inicia cada reunião matinal.

Por isso, afirmam os altos responsáveis oficiais, os visitantes podem ficar completamente descansados em relação a este assunto e, como mostrou a experiência das Olimpíadas de Inverno 2014 em Sochi, o país fará realmente tudo para que os turistas o deixem sãos e salvos.

Ademais, de acordo com Svetlana Kambulova, a cidade está fazendo todo o possível para que a futura estadia de torcedores do todo o mundo seja segura. Para isso, se criam numerosos postos de ajuda, inclusive com presença de assistentes médicos e ambulâncias modernas, equipadas com os equipamentos mais atuais.

A coletiva de imprensa com autoridades locais de Rostov sobre os preparativos da região nas vésperas da Copa 2018, em 31 de outubro de 2017
© Sputnik / Ekaterina Nenakhova
A coletiva de imprensa com autoridades locais de Rostov sobre os preparativos da região nas vésperas da Copa 2018, em 31 de outubro de 2017

Além disso, detalhou a representante da prefeitura, cada lugar de alojamento na cidade deve obter o chamado passaporte de segurança, ou seja, um documento que certifica a correspondência do estabelecimento a todos os padrões de segurança internacionais.

Confira as outras partes da reportagem da Sputnik Brasil para saber o que fazer para se divertir em Rostov durante a Copa 2018

Tema:
Copa à vista: Rússia se prepara para maior evento de futebol (68)

Mais:

Não se preocupem: segurança da Copa está garantida
Mais de 500 trens gratuitos transportarão torcedores na Copa do Mundo 2018
Revelado design do passaporte do torcedor para Copa do Mundo 2018 na Rússia
Tags:
torcida, futebol, turismo, Copa do Mundo de 2018, FIFA, Rostov-no-Don, Rússia
Padrões da comunidadeDiscussão
Comentar no FacebookComentar na Sputnik
  • Comentar