Caros leitores, com grande alegria anunciamos que a Voz da Rússia está mudando de nome e se mudando para um novo site. Nós agora seremos conhecidos como a agência de notícias e rádio Sputnik. Vocês podem encontrar todas as últimas notícias da nossa agência em http://br.sputniknews.com. Por favor, atualizem seus favoritos e fiquem conosco!
3 Fevereiro 2015, 09:13

Casa Branca se coloca contra fornecimento de armamentos à Ucrânia

EUA, Ucrânia, Rússia, política, Barack Obama, política

O vice-conselheiro de Segurança Nacional da Casa Branca, Ben Rhodes, afirmou que o envio de mais armas para Ucrânia não seria uma resposta para a crise naquele país. O anúncio foi feito esta segunda-feira em uma entrevista à CNN.

“Nos não achamos que a resposta à crise na Ucrânia seja o envio de mais armamentos”, disse Rhodes. O oficial ressaltou acreditar no efeito das sanções econômicas, por supostamente afetarem profundamente a Rússia.

Os EUA acusam a Rússia de ingerência nos assuntos internos da Ucrânia. Moscou nega categoricamente estas acusações.Um dia antes, o jornal New York Times comunicou, citando fontes na administração da Casa Branca, que uma série de conselheiros e oficias do exército estariam pressionando o Presidente Obama a fornecer armas para Ucrânia.

Entre estes estariam inclusive o comandante da OTAN, General Philip Breedlove, o chefe do Estado-Maior americano, general Martin Dempsey, bem como a conselheira de segurança nacional, Susan Rice.O projeto de orçamento para 2016, apresentado por Obama ao congresso nesta segunda-feira, prevê 117 milhões de dólares para Ucrânia, para ajudar no “combate às pressões da Rússia”. No entanto, não há menções expressas de suporte militar.

  •  
    E recomendar em