Caros leitores, com grande alegria anunciamos que a Voz da Rússia está mudando de nome e se mudando para um novo site. Nós agora seremos conhecidos como a agência de notícias e rádio Sputnik. Vocês podem encontrar todas as últimas notícias da nossa agência em http://br.sputniknews.com. Por favor, atualizem seus favoritos e fiquem conosco!
2 Fevereiro 2015, 20:59

Rússia, Índia e China defendem mudanças na gestão da economia global

Rússia, Índia e China defendem mudanças na gestão da economia global

O ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, declarou nesta segunda-feira, durante um encontro com o seu colega russo Serguei Lavrov e a indiana Sushma Swaraj, que Pequim, Moscou e Nova Deli defendem fortemente uma participação mais significativa dos países em desenvolvimento na gerência da economia mundial e a reforma urgente do Fundo Monetário Internacional, prometida há mais de quatro anos.

Segundo o chanceler chinês, os mercados emergentes desempenham um papel muito importante no cenário internacional, e, por esse motivo, eles também devem ter direito a tomar decisões sobre o rumo da economia global.

Em novembro de 2010, na 5ª reunião de cúpula do G-20, em Seul,os líderes das principais economias mundiais concordaram em rever as políticas de cotas do FMI, a fim de dar mais espaço aos países em desenvolvimento. Para ser implementada, no entanto, a mudança ainda depende de uma aprovação do Congresso dos Estados Unidos, país que tem quase 17% de poder de voto no FMI, enquanto a China, por exemplo, tem menos de 4%. Apesar das pressões internacionais para que os parlamentares dos EUA aprovem a reforma, inclusive da própria diretora-gerente do Fundo, Christine Lagarde, a oposição dos republicanos, que têm maioria na Câmara dos Deputados, tem impedido qualquer chance de negociação.

  •  
    E recomendar em