Curiosity registra aumento de metano na atmosfera de Marte

O rover marciano Curiosity da NASA procedeu à medição de um importante salto de metano na atmosfera do Planeta Vermelho e encontrou moléculas orgânicas na amostra de pó recolhida pela perfuradora do seu laboratório robótico, anunciou o site da NASA.

De acordo com especialistas, as saltos bruscos do teor de metano se devem à existência de alguma fonte de gás local, seja biológica ou de outra natureza. Quanto a moléculas orgânicas descobertas na perfuração de rocha Cumberland, essas poderiam ter origem marciana ou chegar ao planeta carregados por meteoritos, aponta o site da agência espacial norte-americana. A equipe de cientistas encarregados de operar o rover insiste em que as amostras obtidas pelo Curiosity não podem servir de prova definitiva de que os micróbios habitavam outrora Marte, mas é bem possível que isto sugere as condições favoráveis para o surgimento da vida.